Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 6 de dezembro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Governo autoriza trânsito de animais na Zona de Alta Vigilância

20 Out 2009 - 09h59Por Notícias.MS

Os pecuaristas com propriedade compreendida na Zona de Alta Vigilância já podem efetuar o trânsito de animais entre os municípios da área e também para fora da ZAV. A autorização foi ratificada nesta segunda-feira (19). 

O trânsito está disponível para todas as categorias de animais, e os pecuaristas que desejam efetuar o transporte podem procurar os escritórios da Agência Estadual de Vigilância Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) para emissão do Guia de Trânsito Animal (GTA).

Atendendo as orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e os níveis de controle sanitário adotados no Estado, trazem segurança para o procedimento de transporte, inclusive durante a campanha de vacinação na ZAV.

A Zona de Alta Vigilância é composta por 13 municípios – Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Japorã, Mundo Novo, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho, Sete Quedas, Corumbá e Ladário – e abrange toda a fronteira do Estado com Paraguai e Bolívia. Mais informações pelo endereço www.iagro.ms.gov.br

Leia Também

SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança