Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de julho de 2021
Busca
Brasil

Governo aumenta em 5 vezes recursos investidos em saneamento básico

14 Jul 2010 - 15h12Por Fátima News com assessoria

Além de praticamente dobrar os recursos para a saúde em três anos e seis meses de gestão, o governador André Puccinelli aumentou em 500% (cinco vezes) os recursos para saneamento que é o melhor investimento em saúde preventiva. Até dezembro, quando termina a atual administração, terão sido aplicados R$ 420 milhões, ante os R$ 84 milhões que o governo do PT contabilizou em oito anos (entre 1999 e 2006).

A rede de esgoto aumento 138%, passando de  868 quilômetros (2006) para 2.022 quilômetros (2010), ampliando de 20% para 60% da população o nível de cobertura com esgoto. A oferta de água potável foi ampliada com a implantação de 480 quilômetros de rede de água. “Literalmente saneamos a Sanesul que recuperou sua capacidade de investimento com recursos próprios e captação de recursos com financiamentos”, comenta o governador.

Ele lembra que total aplicado, 40% são recursos próprios, da estatal e do próprio Governo, enquanto os 60% complementares resultam de parcerias com o Governo Federal por meio de recursos do orçamento da União ou mesmo empréstimos junto à Caixa Econômica Federal. Foram feitos investimentos em praticamente todos os 68 municípios (inclusive) distritos onde Sanesul detém a concessão.

Só nos cinco maiores centros urbanos atendidos pela empresa (Dourados, Corumbá, Três Lagoas, Ponta Porã e Aquidauana) foram aplicados R$ 218 milhões.  Isoladamente a cidade que recebeu o maior volume de investimento foi Corumbá, R$ 88 milhões, que terá 80% da sua população atendida com rede de esgoto (antes não havia metro sequer de rede) com a construção de 263 km, além de 24 km de rede de água, o que porá fim aos problemas de desabastecimento em regiões mais altas da cidade.

Dos R$ 88 milhões, R$ 43,5 milhões são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da União e o restante, R$ 45 milhões, contrapartida do Estado (R$ 11,4 milhões) e da própria empresa (R$ 33,5 milhões).

Dourados, que teve R$ 65 milhões de investimento, de 20% passará a ter 67% da população com esgoto; Três Lagoas (com R$ 40 milhões em obras) terá 70% de cobertura com saneamento e Ponta Porã (beneficiada com R$ 20 milhões) o índice de cobertura de esgoto saltará de 6% para 38% da população.    


Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos