Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 17 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Governo assina termo para atender usuários de droga

27 Set 2004 - 15h08
O governo estadual, através da secretária de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, Eloísa Castro Berro, do diretor-presidente da Fundação Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul (Funsau), Osnei Okumoto, o diretor do Hospital Regional, Salvador Arruda, e representantes das entidades que compõem a Rede de Atendimento a Usuários de Substâncias Psicoativas, assinaram hoje pela manhã termo de cooperação técnica que visa promover o atendimento médico-hospitalar aos usuários de substâncias psicoativas encaminhados pela Rede de Atendimento, com prioridade para adolescentes em medidas socioeducativas e do Centro Recomeçando.

O Hospital Regional está com 18 leitos disponíveis para atendimento de pacientes usuários de substâncias psicoativas, mas segundo Salvador Arruda, “há possibilidade para aumentar mais três leitos, devido à demanda”.

A secretária Eloísa Castro Berro ressaltou a importância da parceria entre governo e entidades para este tipo de atendimento. “Esta parceira era necessária para oferecermos atendimento de qualidade aos usuários de substâncias psicoativas.” Ela destacou ainda que as unidades educacionais de internação (UNEIs) são referência nacional. “O trabalho com os adolescentes das UNEIs é referência e este atendimento vem somar com os trabalhos já realizados”.

Assinaram o termo representantes do Cedro-Amor Exigente, Associação Brasileira Comunitária e de Pais para Prevenção ao Abuso de Drogas, Comunidade Terapêutica Nova Aurora, Centro de Recuperação de Dependentes de Drogas Santo André, Centro de Recuperação Desafio Jovem Peniel, Fundação de Proteção à Criança e ao Adolescente Maria Aparecida Pedrossian e Centro de Recuperação Esperança (CRÊ).

O documento tem o objetivo de encaminhar ao HR adolescentes triados para a realização de exames laboratoriais com fins de inclusão no Centro Recomeçando, encaminhar ao HR os adolescentes inseridos no Centro Recomeçando para realização de procedimento de desintoxicação e encaminhar os adolescentes em medidas socioeducativas e do Centro Recomeçando para realização de exames laboratoriais e internação.

O Hospital Regional é responsável pelo atendimento médico-hospitalar, indicando médico psiquiatra para acompanhar a triagem e avaliação dos adolescentes a ser inseridos no Centro Recomeçando, bem como acompanhar a evolução do tratamento dos internos, priorizar os atendimentos psiquiátricos e laboratoriais aos adolescentes advindos na rede pública, priorizar leitos conforme a disponibilidade de vagas, obedecendo às normas de biossegurança para o procedimento de desintoxicação e disponibilizar todos os medicamentos e outros materiais necessários à implementação do atendimento.

O Hospital dispõe de uma equipe com cinco médicos, chefiados pelo médico-psiquiatra Jony Afonso Gonçalves Domingues. Segundo Jony, a demanda é grande e “a maioria dos pacientes são adolescentes na faixa etária de 18 anos
”.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições