Menu
SADER_FULL
quarta, 21 de abril de 2021
Busca
Brasil

Gol de prata leva zebra grega a decisão inédita

1 Jul 2004 - 17h46
A Grécia confirmou nesta quinta-feira que realmente veio para a Eurocopa como a “zebra” a ser batida. Depois de surpreender Portugal e França, entre outros, o time eliminou a República Tcheca, que tinha 100% de aproveitamento na competição.

O favoritismo tcheco caiu com a derrota por 1 a 0, no gol de prata marcado aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação pelo zagueiro Dellas.

Foi o suficiente para levar os helênicos à primeira final em torneios oficiais de futebol. O time encara Portugal, domingo, em Lisboa, na revanche do jogo da primeira fase. E em que deu Grécia.

O jogo

Os tchecos começaram com a postura que deles se esperavam: tomando a iniciativa do jogo. Os primeiros minutos foram de intensa pressão, e por pouco não culminaram com gol.

Logo aos dois, Rosicky experimentou de fora da área e carimbou o travessão. Três minutos depois, Jankulovski invadiu a área pela esquerda e obrigou Nikopolidis a fazer bela defesa.

Aos poucos, os gregos conseguiram equilibrar as ações com muitas faltas no meio-campo e bolas alçadas na área. Além disso, os tchecos passaram a ter dificuldades para chegar com toques rápidos.

Para piorar, Nedved sofreu uma forte pancada no joelho e teve de ser substituído por Smicer aos 33 minutos. O time ganhou velocidade, mas perdeu a cadência e o equilíbrio dado pelo astro da Juventus.

A ausência de Nedved continuou a ser o grande problema dos tchecos no segundo tempo. Não havia quem deixasse o artilheiro Baros na cara do gol, como nas partidas anteriores.

Os gregos não tinham nada a ver com isso e assustaram aos 18: Fyssas recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou por cima do gol, perdendo boa chance.

Aos 33, foi a vez da República Tcheca desperdiçar uma oportunidade de ouro: Koller tabelou com Rosicky e, com o gol livre, bateu para fora. Em seguida, Baros limpou toda a zaga e chutou à esquerda de Nikopolidis. As oportunidades desperdiçadas levaram o jogo à prorrogação.

No tempo extra, equilíbrio permaneceu até o último minuto, quando Dellas desviou de cabeça numa cobrança de escanteio e fez o que parecia inimaginável: eliminar os favoritos tchecos.

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente