Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
terça, 13 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Glória recebe comitiva colombiana

30 Set 2004 - 07h21
Uma caravana formada por membros do governo, professores universitários e empresários da cidade de Baranquinha, da Colômbia, estiveram em visita ao município de Glória de Dourados. Acompanhada de uma equipe técnica da Embrapa Agro-Oeste de Dourados, a comitiva conheceu os principais métodos de trabalho com lavouras de mandioca, utilizados pelos produtores do município.
Os colombianos foram recepcionados, junto ao Defap (Departamento de Fomento Agropecuário de Glória de Dourados), pelo prefeito José de Azevedo (PMDB), que na oportunidade detalhou todos os programas de apoio ao pequeno e médio produtor rural. Segundo Azevedo, além dos programas do Defap, existe uma parceria entre o município de Glória de Dourados e a Embrapa, com projetos desenvolvidos junto à escola Agrotécnica Municipal, localizada na 5ª linha, nascente, próximo à cidade. No local, são realizados experimentos de mandioca, onde a Embrapa realiza estudos e, posteriormente, repassa ao produtor rural, com o incentivo da prefeitura. “Nosso município é pequeno, mas temos um sistema de apoio aos produtores que, com certeza, é invejado por muitos”, argumentou o prefeito, afirmando que, “nossa patrulha mecanizada e os técnicos que trabalham com os produtores oferecem o que há de melhor, para que a produtividade possa ser aproveitável”.
Conforme o chefe da Embrapa, Auro Otsubo, o principal objetivo da visita da comitiva é justamente conhecer o potencial dos municípios que cultivam mandioca, tendo em vista o interesse que a Colômbia tem com relação ao plantio do produto. O interesse nasce, a partir de uma lei nacional de incentivo à produção de álcool na Colômbia e, como existem pouco cultivo de cana, o governo quer investir na lavoura de mandioca. “Para eles é interessante estudar todos os aspectos importantes do cultivo da mandioca no Estado, já que nossa tecnologia é bastante avançada”, enfatizou o pesquisador Auro.
A equipe conheceu também a Escola Agrotécnica Municipal, criada pelo prefeito José de Azevedo, que ainda sem estar concluída, já é ponto de referência aos produtores do município, devido às pesquisas realizadas em conjunto com a Embrapa.
José de Azevedo teve ainda a oportunidade de explicar o incentivo que o município ofereceu para trazer a Indústria Agro-Comercial Cassava, como solução para produção das lavouras de mandioca. “Além de solucionar a produção da mandioca, hoje o município de Glória de Dourados possui uma das principais indústrias de fécula do país, que garante o destino final da produção local”, conclui o prefeito.
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo