Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
Busca
Brasil

Glória de Dourados recebe o primeiro AMBI

16 Set 2010 - 14h45Por Demerval Nogueira / Fátima News

O município de Glória de Dourados estará recebendo o primeiro seminário municipal engajado no projeto denominado, Águas e Matas da Bacia do Ivinhema (AMBI), que acontece no dia 21 deste mês, a partir das 7h30, no auditório da Unidade Universitária da UEMS. O seminário é uma promoção da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e o Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento (IMAD), com atuação jurisdição em todo território Sul-Mato-Grossense, sediado em Dourados.

Para a concretização do evento, a OSCIP e IMAD contam com as parcerias da Prefeitura de Glória de Dourados, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (SEDS) via Divisão Municipal de Meio Ambiente (DIMA), além da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade do Estado de Mato Grosso do Sul (UEMS), Empresa Agropecuária Oeste (Embrapa-CPAO), Agência de Desenvolvimento Territorial da Grande Dourados (ADT-GD), Associação dos Produtores Orgânicos do Estado de Mato Grosso do Sul (APOMS), entre outras entidades representativas.

Os seminários municipais e regionais dentro do projeto Águas e Matas da Bacia do Ivinhema (AMBI) é um trabalho idealizado para desenvolver atividades e ações de conservação e proteção dos recursos naturais em torno de sete municípios. O objetivo do evento é a sensibilização dos produtores rurais, professores e lideranças comunitárias, que são verdadeiros agentes multiplicadores do conhecimento levando-se em consideração a importância dos recursos naturais, principalmente a água, para nossa qualidade de vida e para a economia, de modo especial na agropecuária.

Este é um evento patrocinado pela Petrobrás, através do seu Programa Petrobrás Ambiental, e faz parte de ações integradas e relacionadas à gestão socioambiental da bacia hidrográfica do Rio Ivinhema, que envolvem estudos ecológicos e socioeconômicos, ações de recuperação de matas ciliares associadas ao estabelecimento dos chamados Corredores Ecológicos.

A diretora da Divisão Municipal de Meio Ambiente (DIMA), bióloga Maria Aparecida Furtuoso Gomes relata, “o Corredor Ecológico é uma solução interessante para proteger a biodiversidade animal e vegetal, criando áreas de matas nativas denominadas de corredores de vegetações, conectando capões e também remanescentes de matas isoladas entre si, permitindo o livre trânsito e trocas de animais e sementes, reforçando a base genética das espécies envolvidas”.

Durante o seminário serão discutidos, “Bacia Hidrográfica: o que é?”; “Preservação Ambiental: quem precisa dela?”; “A importância dos biomas para as redes comunitárias”; bem como, serão levantadas demandas nas questões ambientais e desenvolvidas - “Atividades Tarefas” pelas escolas e entidades presentes. O seminário é aberto a todos os interessados nos temas que serão abordados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada