Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 2 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Globo obriga Galvão Bueno a debochar de si mesmo

18 Jun 2010 - 18h08Por R7

Mesmo contrariado, Galvão Bueno está sendo obrigado a fingir que não está incomodado com a campanha "Cala Boca Galvão", que está crescendo a cada dia na internet, chegando a ser comentada mundialmente.
A Globo fez o apresentador mostrar-se de bom humor no programa Central da Copa, de Tiago Leifert, deixando transparecer que não está nem aí.

E a cena está sendo reprisada em outros programas da casa. 

A antipatia por ele é tão grande que a Band está crescendo consideravelmente no Ibope (deu 11 pontos de média com a estreia do Brasil na Copa), fazendo a Globo perder audiência. 

O público está mudando de canal para não ter de ouvir Galvão falando. 

O objetivo da Globo é deixar passar ao público uma imagem de um Galvão Bueno mais simpático, que aceita brincadeiras e sabe rir de si mesmo. 

Mas o comentário nos bastidores é que o narrador da Globo não está nem um pouco satisfeito com essa história toda. 

Muito menos com a pressão da emissora. 

A CGCom (Central Globo de Comunicação) procurou o blog por telefone e disse que a nota é “maldosa e incorreta”. A assessoria da Globo afirmou que a emissora jamais forçou Galvão Bueno a brincar com o episódio Cala a Boca, Galvão. Na visão da emissora, tudo ocorreu de forma espontânea e divertida e as imagens na íntegra mostram um Galvão “absolutamente relaxado”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus