Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Geraldo Resende volta a cobrar agilidade no projeto da UFGD

25 Ago 2004 - 15h40
 

O deputado federal Geraldo Resende (PPS) voltou a cobrar hoje agilidade no encaminhamento do projeto de implantação da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Para tanto, abordou o assunto em pronunciamento e apresentou indicações ao Ministério do Planejamento e à Casa Civil solicitando o envio da proposta ao Congresso Nacional para sua imediata apreciação e aprovação.

O parlamentar lembra que a imprensa nacional estampou, recentemente, notícia de que o Ministro Tarso Genro anunciou o acréscimo de R$ 1 bilhão para a Educação no orçamento 2005, “o que significa, de um lado, a melhora no orçamento das universidades públicas e de outro, o impulso que faltava para a implantação da UFGD”.

De acordo com Geraldo Resende, o próprio Ministério da Educação considerou a Região da Grande Dourados, como o "maior pólo econômico do Estado", justificando as ações institucionais daquele ministério, para a implantação da UFGD, junto com a Universidade Federal do ABC.

O deputado citou ainda resposta do MEC, em 16 de julho passado, a qual informou oficialmente que o trâmite do projeto da UFGD foi concluído dentro daquele Ministério, estando em vias de ser encaminhado ao Ministério do Planejamento. “Aguardamos ansiosos essa providência, tanto quanto os que trabalham pela implantação da Universidade Federal do ABC”.

Geraldo Resende lembra das audiências que já manteve em favor da UFGD, apresentando o projeto ao vice-presidente José de Alencar, ao Presidente Lula e ao o ex-ministro da Educação, Cristovam Buarque, entre outros escalões do MEC.

“Quando propusemos o Projeto de Lei autorizativo de criação da UFGD, nossa intenção foi iniciar o debate. Objetivo alcançado e sabedores da necessidade de iniciativa do Executivo, retiramos a matéria, aguardando o cumprimento do compromisso do Governo Federal”, diz o parlamentar.

O deputado lembra que as verbas federais para a UFGD já foram viabilizadas pela bancada federal de Mato Grosso do Sul, que destinou emenda de R$ 4,564 milhões ao Orçamento Geral da União de 2004, além de emendas ao Plano Plurianual de Investimentos (PPA-2004-2007), que totalizam R$ 64,383 milhões para obras e R$ 7,153 milhões para serviços. A esses recursos soma-se a emenda individual do próprio deputado ao PPA, superior a R$ 3 milhões.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada