Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Geraldo luta por escola técnica para Dourados

27 Ago 2010 - 08h52Por Fátima News com assessoria

Cidade vai ganhar Escola do Brasil Profissionalizado, resultado de articulações junto ao MEC em parceria com Estado e Município

           

Projeto de Lei de autoria do deputado federal Geraldo Resende que cria uma Escola Técnica de Dourados, vinculada à Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), foi aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara Federal e encontra-se na Comissão de Educação e Cultura, aguardando apreciação do Parecer do Relator, deputado Wilson Picler (PDT/PR). O projeto é o PL 5.075/2009.

         O parecer foi apresentado na Comissão de Educação e Cultura no último dia 18 de agosto com a recomendação de que a matéria seja apresentada “por via do instrumento regimental adequado, isto é, a proposição de uma Indicação ao Poder Executivo”.

         Independente, porém, da tramitação da matéria, o deputado Geraldo Resende considera que a matéria já está trazendo resultados, pois Dourados deverá ganhar, no ano que vem, uma escola de caráter técnico em Dourados, após diversas articulações de Geraldo Resende e da ex-secretária de Educação Nilene Badeca junto ao Ministério da Educação e Cultura (MEC).

         Trata-se de uma escola do Programa Brasil Profissionalizado, garantido por Geraldo e pelo governo do Estado no final de 2009 para Dourados. Para tanto, o Município deverá doar a área onde deverá funcionar o estabelecimento de ensino médio integrado à educação profissional e que deverá oferecer cursos nas áreas de informática, manutenção de máquinas e biocombustíveis, entre outros.

         O que é

O Brasil Profissionalizado é um programa do Ministério da Educação que leva em consideração o desenvolvimento da educação básica na rede local de ensino e faz uma projeção dos resultados para a melhoria da aprendizagem. Um diagnóstico do ensino médio contém a descrição dos trabalhos político-pedagógicos, orçamento detalhado e cronograma das atividades. O incremento de matrículas e os indicadores sociais da região, como analfabetismo, escolaridade, desemprego, violência e criminalidade de jovens entre 18 e 29 anos também são analisados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul