Menu
SADER_FULL
sábado, 11 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Genoma pode acelerar as pesquisas com o café

10 Set 2004 - 13h09
A análise dos dados gerados pelo seqüenciamento do genoma do café pode acelerar em até 20 anos as pesquisas em melhoramento genético e estimular a identificação de cultivares mais produtivas, tolerantes à seca e resistentes ao ataque de pragas e doenças. Também será possível se obter cafés com aromas diferenciados, sabores e qualidades nutritivas e farmacêuticas, agregando valor à tradicional bebida.

Além disso, com o domínio da tecnologia genômica, a cafeicultura poderá reduzir os custos de produção, aumentar a produtividade e elevar o valor do grão no mercado mundial, favorecendo as exportações do País. O Brasil é o maior produtor e exportador de café, respondendo por mais de um terço da safra mundial e com uma exportação média 22 milhões de sacas (60 quilos).

Produzido desde a época colonial, o café continua sendo um expressivo gerador de divisas, contribuindo com mais de 2% das exportações e pela geração de sete milhões de empregos em cerca de 300 mil propriedades cafeeiras. Sua receita anual é de aproximadamente US$ 4 bilhões, sendo que metade é proveniente das exportações.

Nos últimos anos, o Brasil duplicou sua produtividade média dos cafés arábica e robusta, as duas principais variedades cultivadas no mundo, e ingressou no seleto grupo de fornecedor de cafés finos e especiais. Calcula-se que já existam mais de 40 marcas de cafés especiais à venda no País.

O sucesso da qualidade e competitividade do café brasileiro é resultado do conhecimento científico. As instituições nacionais desenvolvem mais de 400 pesquisas por ano e muitas já resultaram em centenas de tecnologias. Os estudos cobrem toda a cadeia agroindustrial, desde fatores de produção, industrialização, comercialização e consumo.

As pesquisas são divididas por focos temáticos voltados para a solução dos principais problemas da cafeicultura. Segundo o presidente da Embrapa, Clayton Campanhola, a atual prioridade dos pesquisadores é reduzir drasticamente os resíduos químicos e biológicos nas lavouras por meio do aperfeiçoamento de tecnologias de produção integrada, do cultivo orgânico e da cafeicultura de precisão.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

VÍTIMAS DE COVID-19
Mãe de médico morre horas após o filho e dois dias após o pai, vítimas da covid
VÍTIMA DE COVID-19
Covid tira de cena um dos últimos montadores do carro brasileiro
CD TRIBUTO AO PADRE ZEZINHO
No ano em Padre Zezinho faz 79 anos, Manoel Caires lança seu primeiro CD 'Tributo ao Padre Zezinho'
PAGAMENTO DO AUXILIO
Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Governo vai liberar mais 1,5 milhão de auxílios. Saiba como reclamar se o seu for negado
NÚMEROS DA ÚLTIMAS 24H
Os números da covid-19 no Brasil, atualizados diariamente
RECUPERAÇÃO
Dinho Ouro Preto revela sequelas após covid-19, ele já teve gripe suína e dengue
SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico
BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%
BONITO - MS - REABERTURA COM SEGURANÇA
Hotel Águas de Bonito te espera com toda segurança e responsabilidade, bora pra Bonito (MS)?