Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Gasolina subiu 3,89% e acumula alta de 13% no ano

6 Dez 2004 - 07h32

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) apurou que o preço médio do litro da gasolina no país subiu 3,89%, de R$ 2,185 para R$ 2,27, na primeira semana após o aumento de 7% no preço das refinarias anunciado pela Petrobras no dia 26 de outubro. Já o preço médio do diesel subiu 6,94%, de R$ 1,555 para R$ 1,663.

O litro da gasolina aumentou em média 4,22% em São Paulo. O preço médio em São Paulo passou de R$ 2,086 para R$ 2,174, com preço mínimo de R$ 1,820 e máximo de R$ 2,549. No Rio, o preço médio do combustível subiu 2,36% e em Belo Horizonte, 4,07%.

Com este aumento, a alta acumulada no ano do preço da gasolina é de 13%, e a do diesel, 19,4%.

O Ministério de Minas e Energia determinou no sábado que a ANP intensifique, por meio das diretrizes do Programa de Rastreabilidade dos Combustíveis, a fiscalização dos aumentos na revenda. O ministério afirmou em nota oficial que há indícios de elevação abusiva dos preços.

Além da fiscalização dos preços, serão fiscalizados também a qualidade dos combustíveis, a movimentação do produto da refinaria aos postos revendedores e o atendimento às exigências ambientais pelos estabelecimentos.

A ANP deverá denunciar os aumentos abusivos detectados à Secretaria de Direito Econômico e os outros problemas aos órgãos competentes.

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada