Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Funcionário é demitido por ver pornografia na Internet

8 Dez 2006 - 13h36

A 2ª Vara do Trabalho de Cahoeirinha (RS) confirmou a demissão por justa causa de um funcionário retirado de suas funções por acessar sites pornográficos durante o horário de trabalho. O empregado havia entrado com processo por dano moral contra a empresa, alegando que sua dispensa não teria sido justificada.


A ação havia sido movida contra Igel Embalagens S. A, segundo o site especializado Espaço Vital. Em sua defesa, a empresa informou que o empregado havia sido despedido por justa causa porque transgrediu as normas disciplinares. Segundo a companhia, ele teria se ausentado de suas funções para utilizar indevidamente o computador corporativo para acessar sites pornográficos. Antes do ocorrido, ele já havia sido punido com seis advertências e quatro suspensões disciplinares.

A Justiça entendeu que os fatos "traduzem grave violação contratual" e justificam a demissão por justa causa.

 

 

Invertia

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro