Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Funcionária pública de MS é presa com droga em SP

3 Nov 2010 - 13h00Por Dourados News

Uma mulher de 35 anos, funcionária pública, moradora na cidade de Amambai, foi presa pela Polícia Rodoviária Federal na manhã de ontem, no entroncamento da BR 153 em Ourinhos estado de São Paulo, com 19 pacotes de pasta base de cocaína. 

Segundo informações do A Gazeta News a mulher conduzia um veículo Gol de cor cinza, após se abordada pelos policiais demonstrou extremo nervosismo. A PRF então decidiu vistoriar o carro e perceberam que o compartimento da tampa da bomba de combustível do veículo teria sido aberta. 

Ao abrirem a tampa do tanque encontraram os 19 pacotes de pasta base envoltas por bexigas dentro do tanque de combustíveis. Ao ser questionado sobre a droga, a mulher disse que receberia R$ 5 para levar a droga até a cidade de Piracicaba-SP. 

A funcionária pública foi presa e após ser ouvida a indiciada encaminhada a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo. O Veículo foi recolhido ao pátio do concessionário e a droga apreendida onde deverá ser incinerada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'