Menu
SADER_FULL
terça, 30 de novembro de 2021
Busca
Brasil

Funasa divulga levantamento sobre desnutrição de crianças índias

13 Jan 2010 - 10h55Por Dourados News

A Coordenação Regional da Funasa de Mato Grosso do Sul divulgou ontem um levantamento sobre a real situação nutricional das crianças de zero a cinco anos acompanhadas pelas Equipes Multidisciplinares de Saúde nas aldeias Bororó e Jaguapirú em Dourados.
De acordo com dados atualizados pelo Distrito Sanitário Especial Indígena – DSEI/MS, dos 11.784 índios guarani/kaiowá das aldeias Bororó e Jaguapirú, 1.949 são crianças com idade entre zero e cinco anos. Do universo total, foram diagnosticadas 18 crianças (0,92%) com muito baixo peso (< P1) e outras 142 (7,28%) na faixa nutricional de baixo peso (entre P1 e P3).
A somatória dos percentuais de crianças com baixo peso nas aldeias Bororó e Jaguapirú é de 8,2%, índice abaixo de 10%, aceitável pela Organização Mundial de Saúde – OMS, para população não indígena.
Cada caso envolvendo crianças com muito baixo peso, está sendo monitorado com avaliação, pesagem e registro da melhora ou agravamento do diagnóstico pelas Equipes Multidisciplinares de Saúde da Funasa, através de visitas domiciliares diárias realizadas pelos profissionais de saúde e Agentes Indígenas de Saúde.
“Apesar de toda assistência prestada pela Funasa nas aldeias, sabemos que a questão social hoje é um agravante para o avanço dos trabalhos, pois acaba sempre prejudicando a melhora dos indicadores de saúde. Mesmo assim, estamos conseguindo manter os índices de mortalidade infantil. Em 2008 foram 36 mortes de crianças menores de cinco anos para cada 1000 nascidas vivas, e o fechamento de 2009 não deverá ser maior”, destacou Flavio Britto, coordenador regional da Funasa de Mato Grosso do Sul.
Britto afirmou que não faltam veículos para prestar assistência aos indígenas, nem profissionais credenciados e medicamentos. Destacou também a assiduidade do governo do Estado na entrega da cesta básica com 27,5 quilos de alimentos, que contém até proteína animal (charque). “É fundamental trabalharmos em parceria. O governador André Puccinelli entrega os alimentos sempre na última semana do mês nas aldeias da região de Dourados. O cronograma de janeiro prevê a distribuição na Jaguapirú dia 28 a partir das 7 horas da manhã e na Bororó dia 29”, esclareceu o coordenador

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto