Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Flu empata com Paysandu e Gomes é demitido

16 Ago 2004 - 08h55
O Fluminense recebeu o Paysandu na tarde deste sábado, no estádio do Maracanã, e não saiu de um empate por 1 a 1, na primeira partida de ambas as equipes no segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Vinícius abriu o placar para os visitantes aos 26 minutos do primeiro tempo e Ramon, aos 31 da etapa final, deixou tudo igual.

Com o resultado, o time carioca chegou aos 32 pontos e continua na faixa intermediária da tabela. Já o Paysandu somou 23º ponto, mas não conseguiu sair da zona de rebaixamento.

A igualdade em casa ainda custou o emprego do técnico Ricardo Gomes, que ficou sabendo de sua demissão no vestiário do Maracanã, após reunião com a diretoria do Fluminense.

"Só estou chateado de não ter ganho o jogo. Isso (demissão de treinadores) é normal no futebol brasileiro. É claro que todo treinador quer dar continuidade ao trabalho iniciado, mas a equipe não está rendendo. Vai vir outro treinador e dará o mesmo empenho, ou até mais, e o Fluminense vai melhorar", declarou.

O Jogo -

O Fluminense começou pressionando, mas foi o Paysandu quem teve as melhores chances e acabou marcando no primeiro tempo. O time tricolor teve a primeira oportunidade com Romário, aos cinco minutos. Edmundo bateu falta pela intermediária e encontrou Romário na marca de pênalti. O atacante desviou de canela e a bola passou com perigo, à esquerda de Paulo Musse.

A equipe paraense respondeu aos sete. Leonardo recebeu na meio-campo, ninguém o marcou e ele chutou de fora da área. Fernando Henrique preferiu desviar para escanteio a tentar segurar.

Dois minutos depois, Vinícius bateu falta da meia direita e Fernando Henrique, com as pontas dos dedos, colocou para escanteio.

A partida teve um período de muita luta no meio-campo e outra oportunidade de gol só aconteceu aos 22. Vinícius recebeu na direita, entrou na área e tocou para trás, para Leonardo. O atacante bateu rasteiro, de primeira, na direção do canto direito. Fernando Henrique fez nova defesa com as pontas dos dedos e a bola saiu pela linha de fundo.

O gol saiu aos 26 minutos após mais uma jogada da dupla de atacantes do Paysandu. Leonardo lançou de trivela, entre Odvan e Antônio Carlos, para Vinícius, que entrou na área e chutou na saída de Fernando Henrique para abrir o placar.

A melhor chance do Fluminense na primeira etapa aconteceu aos 43. Edmundo driblou Bebeto Campos na meia-lua e chutou. A bola bateu na trave e, no rebote, Antônio Carlos chutou por cima do gol. Ele estava sobre a linha da pequena área.

O técnico Ricardo Gomes trocou Esquerdinha por Ramon no intervalo, tentando melhorar a armação das jogadas, mas foi o Paysandu que chegou com perigo logo no início.

Aos quatro minutos, Leonardo foi lançado, a zaga carioca parou pedindo impedimento, e ele esperou a saída de Fernando Henrique para chutar cruzado. A bola saiu com perigo, à direita do gol.

O Fluminense só voltou a ameaçar aos 27, quando Júnior César bateu cruzado da esquerda, Alessandro desviou de canela e a bola saiu à direita de Paulo Musse.

E mesmo com o time paraense perdendo uma chance com Vinícius aos 30, chutando para fora de dentro da área, o time tricolor empatou em um lance de Alex pela direita. Ele avançou e cruzou para Ramon completar de primeira para o fundo do gol.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias