Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

FINEP aprova projeto de incubadora da UFGD

24 Nov 2009 - 10h57Por Diário MS
A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), em conjunto com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Fundação Interuniversitária de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho (Unitrabalho), Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília (CDT/UNB), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT), teve a proposta de incubadora aprovada na linha “Incubadoras de empreendimentos econômicos solidários”, no valor de R$ 850 mil, no Edital Chamada Pública MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL – PNI/PRONINC 03/2009.

Essa incubadora ficará sob a coordenação local da Profa. Dra. Marisa de Fátima Lomba de Farias, da Faculdade de Ciências Humanas da UFGD, que também é da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP/UFGD) que vem desenvolvendo ações em grupos nos assentamentos rurais com a mesma perspectiva da metodologia de incubadoras (incubação, monitoramento e avaliação).

No total, o Edital MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL – PNI/PRONINC 03/2009 aprovou investimentos da ordem de R$ 14 milhões para formação de redes de incubadoras em duas linhas: “Incubadoras de empresas de base tecnológica” em vários Estados, inclusive no Mato Grosso do Sul, e “Incubadoras de empreendimentos econômicos solidários” incubados prioritariamente nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte. O valor aprovado será aplicado de acordo com as ações e metas definidas no projeto por cada instituição envolvida.

O objetivo é construir uma rede de incubadoras de empreendimentos econômicos solidários e sustentáveis na região Centro-Oeste, de modo a ampliar o intercâmbio de conhecimentos, metodologias e produções cientificas. Ao fortalecer o diálogo entre as incubadoras da região, é possível expandir a aplicação de metodologias de incubação e ferramentas adequadas para a autogestão de cadeias produtivas.

Segundo a professora Marisa Lomba, o projeto pauta-se nos princípios da economia solidária e propõe trocar experiências acerca de produção, comercialização, consumo solidário e compras públicas, dentre outros. Duas etapas que estruturam o projeto: a prospecção de metodologias, técnicas e tecnologias, que no caso são compreendidas no âmbito do projeto como tecnologias sociais; e a disseminação destes conhecimentos entre os empreendimentos econômicos solidários para a constituição de habilidades necessárias para a autogestão de cadeias e redes solidárias.

As ações da Incubadora demonstram uma inserção social da universidade e, gradativamente, cria mecanismos de inclusão social e econômica de grupos em situação vulnerável.

A Incubadora atua pautada nos princípios da Economia Solidária, permite criar um processo educativo e dialógico para fora da UFGD, e amplia o diálogo com a sociedade. Ela está presente em diversos projetos da instituição, envolve docentes e discentes de várias Faculdades que colaboram para o diálogo entre as diversas áreas do conhecimento.

A professora avalia que a aprovação deste projeto fortalece sobremaneira as ações da Incubadora e da própria UFGD que incentiva projetos e iniciativas pautados nos princípios da economia solidária e voltados à sociedade, principalmente por envolver outras instituições.

Ampliam-se assim, as ações interinstitucionais e as trocas de experiências, incentivando a construção de conhecimentos mais dinâmicos e ao mesmo tempo, com respeito às especificidades de grupos e localidades.

Para além disso, procura-se, com a execução de projetos como este, o fortalecimento da Incubadora, além de criar mecanismos para a efetivação de relações mais solidárias, de respeito às diferenças e de troca-construção-reconstrução de saberes.

Leia Também

Fábrica de placas solares  ENERGIA SOLAR
Brasil atinge 1 milhão de consumidores com geração própria de energia solar
BRASIL 622.205 MORTES
Com recorde de 204.854 novos casos, Brasil registra 350 óbitos em 24 horas
ALARMANTE
Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab ainda tem 916 vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs em SC e RS
BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19