Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 18 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Filha de Bin Laden diz que o pai foi pego vivo e depois assassinado

4 Mai 2011 - 12h59Por R7

A rede de televisão Al Arabiya informou nesta quarta-feira, citando uma fonte da segurança paquistanesa, que uma filha do terrorista Osama bin Laden disse que seu pai foi capturado vivo pelos soldados americanos antes de ser morto.

A fonte seria uma alta autoridade do Paquistão, segundo o canal. De acordo com a TV, os soldados americanos capturaram Bin Laden logo nos primeiros minutos da ação militar contra seu refúgio em Abottabad. Depois, teriam disparado contra ele.

A versão é diferente da apresentada pela Casa Branca. Segundo o governo americano, Bin Laden, mesmo desarmado, teria reagido à prisão e então foi morto.

Ainda de acordo com a Al Arabiya, forças de segurança paquistanesas também entraram na casa onde estava Bin Laden, logo após a saída das tropas americanas, e resgataram quatro corpos, além de prenderam duas mulheres e seis crianças, entre 2 e 12 anos, que foram levados para Rawalpindi, próximo à capital, Islamabad.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS
COM DESCONTOS
Veja as opções de pagamento do IPVA com desconto
CASA PRÓPRIA
Casa Verde e Amarela substitui Minha Casa Minha Vida com opção para renegociar dívidas e menos juros