Menu
SADER_FULL
terça, 7 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Fifa proíbe replays de lances duvidosos em estádios

28 Jun 2010 - 07h25Por Estadão

A Fifa decidiu reforçar as instruções para reprimir a apresentação de replays de lances polêmicos nos telões dos estádios onde estão sendo disputadas as partidas da Copa do Mundo da África do Sul, depois que o primeiro gol da Argentina na vitória por 3 a 1 sobre o México, em que Tevez estava impedido, foi exibido no Soccer City, em Johannesburgo.

 

Revoltados, os jogadores mexicanos protestaram contra o árbitro italiano Roberto Rosetti depois que viram o lance no telão, durante a partida de domingo. Porta-voz da Fifa, Nicolas Maingot disse nesta segunda-feira que a repetição de lances duvidosos "não deveria acontecer" e que isto será mais bem controlado nos próximos jogos.

Maingot explicou também que a entidade ainda não recebeu um relato do árbitro sobre a confusão ocorrida no intervalo da partida entre México e Argentina, que envolveu jogadores e membros da comissão técnica das duas equipes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem