Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Fifa nega liberação de Robinho e tenta acordo

14 Jun 2007 - 10h54

A Fifa, através de sua assessoria de imprensa, disse ao Terra que está em contato com as partes envolvidas no imbróglio da liberação do atacante Robinho para buscar um acordo. A entidade negou que o jogador já esteja liberado de se apresentar à Seleção Brasileira para defender o Real Madrid na última rodada do Campeonato Espanhol.

"No momento, estamos em contato com todas as partes envolvidas e tentamos intermediar uma solução, já que é do interesse de todos que se encontre um meio-termo", disse Andreas Herren, chefe do departamento de mídia.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) exige a apresentação imediata de Robinho ao grupo que se prepara na Granja Comary, em Teresópolis (Rio de Janeiro) para a disputa da Copa América da Venezuela.

A entidade brasileira usa como base a liberação por parte da Fifa para apresentação de jogadores com 14 dias de antecedência para o início da competição internacional entre seleções.

Por outro lado, o Real não abre mão de contar com o jogador na última rodada do Espanhol. Na partia contra o Mallorca, a equipe de Madri precisa de uma vitória simples para garantir o título.

Nesta quinta-feira, a imprensa européia anunciou que o clube espanhol teria uma liberação especial da Fifa para usar o jogador sem correr o risco de sofrer alguma punição.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus