Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Fies deve ter 250 mil candidatos para 2005

17 Set 2004 - 11h09
A Caixa Econômica Federal (CEF) encerra nesta sexta-feira as incrições para o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) e o coordenador geral do programa, Leonel Cunha, acredita que aproximadamente 250 mil estudantes devem concorrer a uma das 50 mil vagas oferecidas neste ano.

A previsão não impressiona o coordenador. "Ficou abaixo do que registramos no ano passado", comentou. Em 2003, cerca de 290 mil estudantes disputaram uma vaga no programa. Naquela oportunidade, o prazo de inscrição foi de 40 dias. Neste ano, o prazo terminou em 33 dias.

Iniciativa do governo federal, o Fies financia até 70% do valor da mensalidade. Além disso, os contemplados pagam sobre o valor total financiado juros de 9% ao ano. Atualmente, o programa proporciona estudo para 163 mil pessoas e o governo vai desembolsar, em 2004, R$ 655 milhões.

Trâmites

O nome de todos os candidatos inscritos no programa deve aparecer na lista que será divulgada em 24 de setembro pelo Ministério da Educação. Se isso não acontecer, o candidato deve procurar a sua faculdade ou universidade para corrigir o erro.

No dia 30 de setembro, o ministério vai divulgar a lista definitiva com todos os inscritos no programa. Em 5 de outubro, será a divulgação do nome daqueles contemplados com o financiamento.

O nome acompanhado pela informação "classificado dentro da margem de recurso" indicará que o candidato está selecionado para o programa. Caso contrário, se aparecer classificado fora da margem de recurso, o candidato não obteve sucesso.

De acordo com Leonel Cunha, todas as listas serão publicadas no site do Ministério da Educação e também afixadas nas faculdades e universidades participantes do programa.

Comprovação

Os candidatos aprovados precisam comprovar as informações prestadas no momento de preencher a ficha de inscrição. Essa comprovação ocorre na comissão permanente de seleção e acompanhamento do ministério.

Grupos avaliadores, que funcionam em cada uma das universidades ou faculdades particulares participantes do programa, são compostos por dois funcionários, dois estudantes e um professor.

A pessoa deve informar o número de registro no Cadastro de Pessoa Física CPF, mas não precisa mais de fiador para participar do processo de seleção. Entretanto, o estudante tem de comprovar a falta de recursos para arcar com as mensalidades de seu curso.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada