Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Ficha Limpa deve ser estendida para cargos comissionados em MS

16 Mai 2011 - 06h45Por O Progresso

 A Lei da Ficha Limpa poderá abrange além dos cargos do “primeiro escalão” do Governo, os cargos públicos comissionados em assessoramento no Estado. Esta é a proposta da emenda aditivida apresentada, nesta quinta-feira (12/05), pelos deputados estaduais Zé Teixeira (DEM) e Marquinhos Trad (PMDB). A emenda acrescenta ao projeto de emenda constitucional, aprovado na Assembleia Legislativa, a vedação nos cargos comissionados, de pessoas consideradas inelegíveis.

Segundo Zé Teixeira, a proposta estende também a proibição a todos que foram condenados nas diversas instâncias da Justiça. “O objetivo é, principalmente, assegurar a probidade administrativa dos recursos públicos, moralizar a política e garantir transparência”, ressaltou.

Teixeira acredita que da mesma forma os políticos devem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa, nada mais correto incluir tanto os cargos de chefia de pasta governamental quanto os servidores estaduais, afinal eles também serão representantes públicos, seja qual for a função. “Temos que que primar pelas pessoas que trabalham para o Legislativo e o Executivo e que até mesmo representam outros funcionários públicos”.

Para o deputado Marquinhos Trad a legislação vem para higienizar e moralizar a administração pública no Estado. “Esta emenda com certeza fará frear que pessoas 'ficha sujas', mas com influência de amizade, sejam nomeadas”, enfatizou.

PEC

Na última quarta-feira (11/05), os deputados estaduais aprovaram em 1º discussão o Projeto de Emenda Constitucional, que veda a nomeação nos cargos públicos de pessoas inelegíveis. A restrição vale para cargos de secretário de Estado e secretário-adjunto, Procurador-Geral do Estado, Defensor Público-Geral, Diretor-Geral ou Diretor-Presidente de órgãos da administração pública indireta, fundacional, de agências reguladoras, autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista, Diretor-Geral da Polícia Civil, Comandante-Geral da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, e reitor de universidade pública estadual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério