Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
Busca
Brasil

FIA quer reduzir velocidade na F-1 em 2005

17 Jul 2004 - 09h01
As equipes de Fórmula 1 terão de fazer com que os motores durem dois finais de semana e usar os mesmos pneus para treino classificatório e corrida a partir de 2005, de acordo com proposta de mudanças da Federação Internacional de Automobilismo.

A FIA disse em comunicado, nesta sexta-feira, que enviou, para as 10 equipes da categoria, detalhes do pacote que fará com que o esporte fique mais seguro, com a redução da velocidade.

As medidas devem ser impostas se propostas alternativas satisfatórias não forem acordadas por pelo menos oito equipes e apresentadas à entidade até 6 de setembro.

O presidente da FIA, Max Mosley, advertiu repetidamente que a velocidade da categoria tornou-se rápida demais, com o alemão Ralf Schumacher e o brasileiro Felipe Massa sofrendo acidentes graves na América do Norte no mês passado.

As equipes, envolvidas com os projetos dos carros para 2005, devem aceitar as medidas.

"O mais fácil para nós é aceitar isso e concordar prontamente", disse o diretor técnico da Williams, Sam Michael, à revista Autosport.

As propostas englobam aerodinâmica, pneus e motores, com mais medidas para reduzir o poder dos motores, o que já está previsto para 2006. Estima-se que as medidas vão reduzir a velocidade dos carros nas curvas, com efeito mínimo nas retas.

Os pneus serão limitados em apenas dois jogos por piloto no fim de semana, com o primeiro para sexta-feira e sábado e o segundo para treino classificatório e corrida, o que significa que terão de durar por pelo menos 350 quilômetros ao invés dos atuais 80.

"Um pneu danificado pode ser substituído durante a corrida (tirado do primeiro jogo), mas o carro não pode ser reabastecido ao mesmo tempo em que o pneu é trocado", informa a FIA no comunicado.

 

Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'