Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 30 de março de 2020
SADER_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Brasil

Ferrari defende redução de velocidade na F-1

6 Jul 2004 - 10h16
O diretor-técnico da Ferrari, Ross Brawn, afirmou nesta terça-feira que a equipe é a favor da redução de velocidade dos carros da Fórmula 1, proposta por Max Mosley, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Para Mosley, a categoria está muito perigosa e os acidentes de Felipe Massa no Canadá e Ralf Schumacher nos Estados Unidos seriam uma prova disso. Brawn concorda com as mudanças, desde que sejam confirmadas em breve.

"Certamente nós podemos fazer isso. Queremos diminuir a velocidade dos carros de uma maneira que não dê vantagem para nenhuma equipe específica. Mas as mudanças precisam ser feitas logo, antes que seja tarde demais, porque é algo bastante caro", declarou Brawn.

Já o hexacampeão mundial Michael Schumacher disse que não acha necessário reduzir a velocidade dos carros. "Não podemos ignorar o acidente de Ralf, mas a velocidade dos carros não é o problema, não atingimos a zona de perigo. Acho que reduzir a velocidade irá afetar o progresso da tecnologia", opinou o alemão.

A FIA irá apresentar oficialmente as suas propostas nesta quarta-feira e os técnicos das equipes terão dois meses para analisá-las. Após este prazo, as escuderias e a FIA poderão entrar em acordo, mas Mosley declarou na última semana que as mudanças serão impostas pela entidade se não houver consenso. Para reduzir a velocidade dos carros, a FIA pretende restringir o número de jogos de pneus por corrida e o uso do mesmo motor por duas etapas.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - POLONIO IMÓVEIS
Vem aí!, Dourados Medical Center empreendimento exclusivo para a área da saúde em Dourados
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Prefeito é internado na UTI, após piora em quadro de coronavírus
REUNIÃO TENSA
‘Estamos preparados para ver caminhões do Exército com corpos?’, questiona Mandetta a Bolsonaro
BRASIL 117 MORTES
Casos de coronavírus no Brasil em 29 de março
FÁTIMA DO SUL - ATENÇÃO COMÉRCIO
Em novo Decreto, confira o que vai poder abrir e permanecer fechando nesta segunda em Fátima do Sul
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Justiça suspende trecho decreto de Bolsonaro que livra igrejas de quarentena
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
TRABALHO VOLUNTÁRIO
Detentas começam confeccionar máscara de proteção para atender Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
COVID-19 NO BRASIL
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus, diz Ministério da Saúde
PANDEMIA CORONAVIROS
São Paulo tem 68 mortos por coronavírus, média de uma a cada 2 horas e 20 minutos, e 1.223 casos