Menu
SADER_FULL
quinta, 27 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Fátima do Sul, Vicentina e Glória recebem casas na segunda

6 Mar 2010 - 06h26Por Notícias.MS

Nesta segunda-feira (8) o governo do Estado, através da secretaria estadual de Habitação e das Cidades, assina convênio para construção de mais 3.822 unidades habitacionais nos municípios. A solenidade acontece às 15h no auditório Germano de Barros, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

 

As 3.822 casas garantidas fazem parte do projeto “Meu Lar”, que está inserido no Programa Habitacional “MS Cidadão – Casa da Gente” e consiste na construção de casas para famílias de menor renda.  Para edificação destas casas, somando os recursos garantidos através de parcerias entre União, Estado, Município e entidades, serão investidos mais de R$ 62 milhões.

 

As unidades vieram através do Programa Minha Casa Minha Vida; do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social - (FNHIS Estado - setor Público) e Entidades (onde o recurso federal é repassado a associações e estas coordenam e executam a obra e o governo estadual participa com contrapartida financeira), além de unidades garantidas pelo Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social – PSH.

 

Com essa conquista, o governo do Estado comemora a superação da meta inicial, que era de construir 40 mil casas. A garantia das 3.822 moradias que reunidas às unidades que já foram entregues a população, as que estão em fase de construção, aquelas que foram contratadas e as obras já iniciadas, chegam ao número de 40.647 unidades em pouco mais de três anos de governo.

 

Meta

 

O governo do Estado tem se empenhado na captação de recursos para o setor habitacional em Mato Grosso do Sul, prova disso é a conquista junto a União, incorporada ao emprego de dinheiro próprio e realização de parceria com as Prefeituras, para construção das  40.647 unidades habitacionais.

 

Esses números ultrapassam a meta inicial para os quatro anos de administração do governador André Puccinelli. Como forma de proporcionar moradia digna à população e estimular a geração de empregos, logo que a crise mundial financeira foi anunciada, o governador André Puccinelli tomou como medida anticrise aumentar a meta habitacional de seu governo. A meta teve acréscimo de mais 10 mil unidades, totalizando 50 mil casas a serem  garantidas ainda este ano.

 

De acordo com o secretário de Habitação e das Cidades, Carlos Marun o governo está concentrado os esforços para garantir as 50 mil moradias.  “Temos nos reunido com o Ministério das Cidades constantemente na busca de recursos para proporcionar teto digno à população de Mato Grosso do Sul. Não mediremos esforços para conquistar mais casas, atingir esta meta de 50 mil casas e se possível até ultrapassá-la”, explicou Marun.

 

Balanço

 

Para muitas pessoas a casa própria ainda é o principal sonho, até 2009 programas habitacionais e suas parcerias e garantiram ao Estado 37.225 moradias. Foram 18.315 na área urbana, 1.058 na área rural, 1.401 casas indígenas, 300 comunidades quilombolas e mais 16.151 unidades oriundas de projetos como: Mudando para Melhor, Apoio aos municípios, apoio a produção social da moradia. Para 2010 a previsão é de que 9.353 casas sejam garantidas para Mato Grosso do Sul.

 

Confira a lista dos municípios contemplados e a quantidade de unidades habitacionais destinadas a cada um deles: Água Cara (100), Amambai (133), Anastácio (60), Anaurilândia (30), Angélica (30), Aquidauana (100), Bataguassú (80),Batayporã (30), Bodoquena (138), Bonito (30), Brasilândia (40), Caarapó (60), Campo Grande (359), Cassilândia (100), Coronel Sapucaia (100), Costa Rica (50), Coxim (50), Deodápolis (30), Douradina  (30), Dois Irmãos do Buriti (30), Eldorado(30), Fátima do Sul (30), Glória de Dourados (80), Guia Lopes da Laguna (30), Iguatemi (80), Itaporã (30), Itaquiraí (30), Ivinhema (100),  Japorã (30), Jardim (100), Juti (30), Maracaju (115), Miranda (50), Mundo Novo (30), Naviraí (100), Nioaque (50), Nova Alvorada do Sul (79), Nova Andradina (282), Novo Horizonte do Sul (30), Paranaíba (100), Ponta Porã (68), Porto Murtinho (28), Rio Brilhante (360), Rochedo (50), Santa Rita do Pardo (30), São Gabriel do Oeste (50), Sete Quedas (30), Sidrolândia (100), Tacuru (30), Taquarussú (30), Terenos (30) e Vicentina (30).

 

Serviço

 

Data: 8 de março
Horário: 15 horas
Local: Auditório Germano de Barros – Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo
Endereço: Av. Waldir dos Santos Pereira, s/nº - Parque dos Poderes

 

Leia Também

SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio
ACASALAMENTO DE COBRAS
Casal sucuri acasalando em rio assusta e impressiona turistas; veja vídeo
MEIO AMBIENTE
O número médio anual de relâmpagos do país aumentará para 100 milhões
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19