Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 28 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Farmácia não será mais um armazém de produtos

18 Fev 2010 - 14h18Por Portal Educação
Agora é regra! As farmácias estarão proibidas de vender produtos de conveniência e fica restringida a exposição de medicamentos nas prateleiras. Essa foi uma decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que começa a valer a partir desta quinta-feira (18).

De acordo com a determinação do órgão, o cliente que desejar remédios como analgésicos ou antiácidos terá que pedir ao farmacêutico, já que esses produtos não vão ficar expostos como antes e, sim, atrás do balcão. Somente os produtos de perfumaria e fitoterápicos estarão notórios.

Conforme Ronaldo de Jesus Costa, farmacêutico e tutor do Portal Educação, novamente a ANVISA tenta conferir às farmácias o caráter de estabelecimento de saúde, assim como efetuado na antiga RDC 328/99.

Os proprietários de farmácias e drogarias que desobedecerem à regra terão que pagar multas que variam de R$ 2.000 a R$ 1,5 milhão. Além disso, o estabelecimento poderá ser penalizado com a apreensão de mercadorias e até o cancelamento do alvará de funcionamento.

Quem não está satisfeito com a decisão da ANVISA são os empresários e a associação do setor, que entrou na justiça com uma liminar contra a decisão. De acordo com o presidente-executivo da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), Sérgio Mena Barreto, a medida será ruim para as farmácias. Segundo ele, no Brasil existem 15 mil farmácias onde também funcionam serviços bancários.

“As associações de donos de farmácia, contudo, lutam por continuar mantendo o Brasil na lista dos campeões em intoxicação por medicamentos, com a desculpa de facilidade de acesso à população”, descreve Ronaldo. O tutor ainda concluiu dizendo que, apesar de existirem liminares, estas são válidas somente para a jurisdição do tribunal que as conferiram. Além disso, a ANVISA já se reuniu com o Poder Judiciário para auxiliar e padronizar o entendimento dos juízes. “Tanto que todas as liminares julgadas até agora foram caçadas. É questão de tempo para as demais também tornarem-se sem efeito”, encerra Ronaldo.

Leia Também

TEMPESTADE
VÍDEO: após temporal, motoristas são retirados de shopping com bote
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil e Auxílio Gás são pagos a cadastrados com NIS final 8; confira
ASSUSTADOR
Covid-19: Com 570 mortes, Brasil bate novo recorde de casos registrados em 24h
SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio