Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 8 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Falta armazéns para estocar 30% da Safra brasileira

26 Jul 2004 - 13h27

A expectativa é de que com o aumento da colheita o déficit em 2005 seja superior a 35 milhões de toneladas de grãos. O Brasil está no nível suportável de capacidade estática de armazenagem, segundo estudo da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O levantamento mostra um déficit de 25,9 milhões de toneladas na estrutura de depósito da atual produção agrícola. Analistas dizem que, se a safra continuar crescendo no ritmo atual, o Brasil pode sofrer uma grande crise no setor.

Para que a defasagem entre a produção e estocagem acabasse seriam necessários investimentos de, no mínimo, R$ 1,81 bilhão, tomando-se como base um custo de R$ 70 por tonelada. No entanto, os recursos disponíveis para o financiamento da construção de silos são inferiores à necessidade atual: R$ 700 milhões, por meio do Programa de Incentivo à Irrigação e Armazenagem (Moderinfra). Dependendo do tipo de armazém, a obra pode custar até R$ 150 por tonelada e demorar cinco meses para a conclusão.

De acordo com o estudo, as regiões de fronteira agrícola são as mais prejudicadas. Somente no Centro-Oeste falta lugar para 7,79 milhões de toneladas de grãos ou 20% da produção. O diagnóstico mostra ainda que sobram depósitos convencionais (de produto ensacado), enquanto há escassez de silos a granel. Atualmente, 90% da safra nacional de grãos necessita ser guardada a granel, mas um terço deste volume não dispõe de unidade armazenadora: 37,7 milhões de toneladas. Enquanto isso, sobra espaço para 15,8 milhões de toneladas convencionais, fazendo com que o déficit total fique em 25,9 milhões de toneladas.

Segundo o estudo, o Brasil conta hoje com 13,7 mil depósitos capazes de comportar 94,12 milhões de toneladas de grãos, o que corresponderia a 80% da safra. Nos Estados Unidos a capacidade estática é de aproximadamente 120% e no Canadá, duas vezes o tamanho da produção. O levantamento mostra ainda que desde 2000 o País tem perdido capacidade armazenadora. Na safra 1999/00 o total disponível era equivalente a 108% da produção de grãos. Conforme a pesquisa, a escassez de armazéns só não causou maiores problemas porque alguns produtos, como a soja, têm rápido escoamento, existe grande velocidade de comercialização de determinados grãos e diferenciação nos períodos de colheita.

O cadastro da Conab mostra que 64% dos armazéns estão localizados em áreas urbanas ou portuárias. O volume armazenado na zona rural é pequeno - cerca de 30% da safra, comenta Pedro Beskow, secretário de Programas Empresariais e do Agronegócio da Conab. Na safra passada, o Moderinfra financiou R$ 451 milhões para armazenagem e irrigação, totalizando 17 mil operações. Segundo dados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a maior parte deste volume foi investido no Sul: R$ 248,6 milhões, seguido do Sudeste: R$ 101,8 milhões, regiões que têm déficit de 9,8 milhões de toneladas. No período anterior o financiamento tinha sido para 1,4 mil operações com R$ 115,3 milhões.

Além do Moderinfra, outra forma de investimento no setor é o Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop), que nas duas últimas safras desembolsou R$ 450 milhões, segundo dados da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Atualmente, as cooperativas têm uma capacidade estática de armazenagem de 21,1 milhões de toneladas, segundo o gerente técnico da OCB, Ramon Belisário.

 A meta do governo é aumentar em pelo menos 10 milhões de toneladas a capacidade estática brasileira para a safra 2004/05 e ampliar a quantidade disponível nas fazendas, passando a 15% do total. Apesar disso, o déficit vai crescer, pois o aumento da safra será superior ao da capacidade - o governo trabalha com colheita de 140 milhões de toneladas. "Mas melhora a distribuição, pois aumenta a quantidade de armazéns nas fazendas", diz Ivan Wedekin, secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem