Menu
SADER_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Exposição na Catedral de Dourados marca os 50 anos da Diocese

9 Ago 2007 - 15h08
 

O fotógrafo e documentarista José Enedilton Barros lança hoje, às 19h30, no salão paroquial da Catedral Imaculada Conceição, a exposição de fotografias "Um Só Coração", que homenageia os 50 anos da Diocese de Dourados. São 75 imagens, dos 36 municípios que compõem a Diocese. O coquetel de lançamento do projeto, que começou em maio do ano passado, contará com a presença da banda da 4ª Brigada do Exército.

A mostra reúne fotos externas de 45 paróquias e da diaconia de Jateí. O trabalho foi amplamente apoiado pelos membros da Diocese. "Sem a ajuda deles seria impossível a conclusão de um projeto como esse. Tive de percorrer dezenas de cidades, fotografando detalhes e ângulos que muitas vezes passam despercebidos ao público", comenta o fotógrafo. A exposição também resgatou e restaurou imagens de bispos da Diocese. Todas as fotografias são em preto e branco, capturadas em sistema digital. José Enedilton já havia utilizado o mesmo sistema na mostra "Gente", que revelou os detalhes da Casa da Divina Providência.

A exposição, realizada no início do ano, no espaço cultural do Kikão Restaurante, reuniu 70 imagens, coletadas pelo documentarista que trabalhou como voluntário na entidade durante um ano. A idéia foi também foi uma homenagem de José Enedilton aos 50 anos da casa de assistência dirigida por Rosalina Colaço. Para o documentarista, a exposição "Um Só Coração" tem significado especial. "É um projeto diferente, um pouco trabalhoso. Percorri cidades como Taquarussu, Batayporã, Mundo Novo e Iguatemi", destaca.

"Em todas as cidades fui muito bem recebido pela comunidade católica, que agora poderá conferir o resultado dessas viagens", cita. A exposição segue até o dia 19 deste mês, aberta em horário comercial. A entrada é gratuita. "A exposição também será uma maneira da população de Dourados conhecer a arquitetura de diferentes paróquias do Estado", enfatiza José Enedilton. "O próprio tema destaca esta pluralidade: são muitos povos, vários caminhos e um só coração", frisa o fotógrafo.

Para o professor Paulo Nolasco, a exposição reflete valiosas fontes primárias da fotografia e reflete a convivência do documentarista com a Diocese de Dourados. José Enedilton pretende realizar no final do ano uma homenagem ao aniversário de Dourados. Ele planeja uma coletênea de imagens dos principais atrativos da cidade. "A idéia é enaltecer os aspectos positivos do município. Um olhar atento a tudo que nossa cidade tem de positivo", conclui o artista.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus
BRASIL - 28.872 MORTES COVID-19
Brasil confirma 500 mil casos de Covid-19 menos de 100 dias do 1º anuncio
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial, veja como
BONITO - MS - RESERVAS ANTECIPADAS
Em Bonito (MS), mergulho com cilindro no Rio Formoso, reserva antecipada até 50% de desconto, VEJA
600TÃO NA CONTA
Aniversariantes de janeiro podem transferir e sacar 2ª parcela dos R$ 600 neste sábado