Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 1 de dezembro de 2021
Busca
Brasil

Exportações de produtos industrializados crescem 50,1% em MS

17 Mar 2010 - 13h49Por Fátima News com Assessoria

Quanto ao volume, as vendas externas de industrializados alcançaram aumento de 166% sobre o mesmo período de 2009 graças aos segmentos de óleos vegetais e de papel e celulose

 

 

As exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul no mês de fevereiro deste ano com relação ao mesmo período do ano passado apresentaram crescimento de 50,1%, aumentando de US$ 70,3 milhões para US$ 105,5 milhões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Já no acumulado do ano, as receitas obtidas alcançam US$ 188,5 milhões, contra US$ 123,1 milhões em igual intervalo do ano anterior, ou seja, crescimento nominal de 53,1%.

 

 

Na comparação com o mês de janeiro deste ano, a expansão nominal foi da ordem de 27%, uma vez que as receitas de exportação de industrializados em janeiro atingiram US$ 82,8 milhões. De acordo com a avaliação do Radar da Fiems, fevereiro de 2010 mantém o mesmo comportamento do registrado em janeiro de 2010, consolidando-se como o melhor resultado já obtido para o mês em toda a série histórica da exportação de industrializados em Mato Grosso do Sul.

 

 

Além disso, quanto à participação relativa, em fevereiro as vendas externas de industrializados atingiram a marca de 85% de tudo o que foi exportado pelo Estado em relação à igual período de 2009, isto é, o resultado foi maior em dois pontos percentuais. Já no acumulado do ano, na mesma comparação, constata-se que a participação passa a ser de 88%, indicando, deste modo, um crescimento de 16 pontos percentuais sobre o resultado obtido em igual período do ano anterior.

 

 

Já em relação ao volume de exportação de industrializados por Mato Grosso do Sul no mês de fevereiro, o crescimento foi de 166% sobre igual mês do ano passado, subindo de 165 mil toneladas para 439,0 mil toneladas. No acumulado do ano, o volume total alcança 888 mil toneladas, ou seja, crescimento de 305% em relação à igual período de 2009, quando foi vendido ao exterior o equivalente a 219 mil toneladas de produtos industrializados.

 

 

Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a manutenção desse aumento de exportações de produtos industrializados, tanto em volume, quanto em receita, consolida a recuperação do setor industrial em Mato Grosso do Sul iniciada no ano passado. “No ano, 11 dos 13 principais grupos de produtos industrializados exportados por Mato Grosso do Sul apresentaram crescimento em suas receitas, quando comparados com correspondente período do ano anterior”, reforçou.

 

 

Desempenho geral

 

 

Os grupos “Carnes e Miudezas/Cortes, Peças e Carcaças – Complexo Frigorífico”, “Açúcar e Álcool”, “Extrativo Mineral – Minerais Metálicos”, “Couros e Peles”, “Alimentos e Bebidas”, “Papel e Celulose, embalagens de papel ou papelão e demais artefatos de papel”, Óleos vegetais bruto e refinado”, “Cimentos”, “Calçados e suas partes”, “Fiação, Têxtil, Confecção e Vestuário” e “Demais Produtos Semi-manufaturados ou Manufaturados” registraram importantes evoluções em suas vendas externas.

 

 

O grupo “Carnes e Miudezas/Cortes, Peças e Carcaças – Complexo Frigorífico” apresentou um desempenho crescente sustentado, sobretudo, pela elevação ocorrida nas vendas de carnes desossadas e congeladas de bovinos, proporcionando uma expansão equivalente a 38% sobre a receita, no comparativo com igual período de 2009, gerando um ganho adicional da ordem de US$ 14,8 milhões.

 

 

Já o grupo “Açúcar e álcool” continua em 2010 com desempenho semelhante àquele ocorrido ao longo de todo o ano anterior, ou seja, com fortes elevações nas vendas externas dos produtos que compõem o grupo. Notadamente, de açúcar de cana em bruto que apresentou crescimentos em receita e volume, da ordem de 92% e 35%, respectivamente, quando comparados com correspondente intervalo de 2009.

 

 

 

No grupo “Papel e celulose, embalagens de papel ou papelão e demais artefatos de papel” o destaque, naturalmente, continua por conta da pasta química de madeira semibranqueda (celulose) que foi incorporada à pauta de industrializados no fim do primeiro trimestre de 2009 e que registrou, até o momento em 2010, uma receita de exportação equivalente a US$ 5,3 milhões ou 81% da receita total do grupo. Adicionalmente, a partir do fim do ano anterior, as vendas de papel fibra começaram a ganhar destaque, alcançando neste ano o equivalente a US$ 739 mil ou 11,2% de toda a receita do grupo.

 

 

Já o grupo “Óleos vegetais bruto e refinado” gerou, no ano, uma receita de exportação equivalente a US$ 4,1 milhões, apontando um crescimento nominal de 376% sobre igual período de 2009. Em relação ao volume, na mesma comparação, o crescimento foi da ordem de 638%, alcançando um volume total de 5 mil toneladas. O destaque ficou por conta das vendas de óleo de soja bruto com US$ 2,7 milhões ou 64,4% da receita total e do óleo de soja refinado com US$ 1,1 milhão ou 27,8%. Somados, os dois principais produtos que compõem o grupo geraram, em c

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto