Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Exames de Aftosa poderão ser realizados, em breve, em MS

3 Abr 2007 - 09h17

O exame que só é realizado em Belém do Pará ou São Leopoldo no Rio Grande do Sul deverá ser realizado também no laboratório do IAGRO, em Mato Grosso do Sul, reduzindo consideravelmente a longa espera por resultados.

 

Cerca de cem médicos veterinários da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) participam na última semana, na sede do órgão na Capital, de um curso sobre febre aftosa. No treinamento foram ministradas aulas práticas e teóricas sobre temas como epidemiologia da febre aftosa; apresentação de resultados dos inquéritos para avaliação de circulação viral e da eficiência da vacinação contra febre aftosa; uso correto de vacinas; imunologia da vacina; testes laboratoriais; probang e controle de qualidade da vacina.

 

O curso, bastante amplo, foi conduzido por técnicos do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Embrapa Gado de Corte, e do setor de Diagnóstico Sorológico de Febre Aftosa, tanto do Lanagro (Laboratório Nacional Agropecuário) do Rio Grande do Sul quanto do Pará.

 

Com vistas no futuro credenciamento do Laboratório de Diagnósticos de Doenças Animais (LADDAN) de MS para realização dos exames de Aftosa, anteriormente solicitado pelo Iagro e reforçado com indicação da Bancada do PSDB através de seu líder, Reinaldo Azambuja, ao ministério da Agricultura, o treinamento foi intensivo para profissionais do laboratório e do campo.

 

“Essa reciclagem é importante porque possibilitou o aprimoramento das condutas sanitárias de nossos técnicos e, com certeza, vai melhorar as ações de defesa sanitária no Estado, particularmente no combate à febre aftosa”, afirma o diretor-presidente da Iagro, Roberto Rachid Bacha.

 

Bacha observou ainda que o processo de credenciamento do laboratório depende exclusivamente do Ministério da Agricultura e que “Em meio ao ciclo de palestras e seminários ministrados houve um incremento no sentido de agilizar o processo de credenciamento de nosso laboratório para realização de exames de aftosa em nosso Estado. Nosso equipamento é apto e nossos técnicos estão sendo preparados para que isto seja possível, basta agora o Ministério oficializar este credenciamento”. Finalizou.

 

Uma preocupação antiga do Deputado foi oficializada com o pedido ao Ministério da Agricultura, realizado pela bancada “É inaceitável que o exame que diagnostica aftosa no nosso gado seja realizado somente nos extremos do País, e o resultado tenha que ser aguardado por mais de sessenta dias”. Observou Azambuja.

 

Azambuja observa ainda que sendo Mato Grosso do Sul o maior produtor de gado bovino do País, os produtores não podem ficar sujeito ao atual estágio de abandono por que passa a sua pecuária, por parte das autoridades competentes, em especial na questão sanitária.

 

A partir da criação da Bancada do Agronegócio, Azambuja afirmou que este tema é uma das principais preocupações do grupo, formado por 14 dos vinte e quatro deputados da AL.

 

O deputado Estadual Márcio Fernandes que é médico veterinário e presidente da Comissão de Agricultura da Assembléia parabenizou a equipe técnica do Governo, através do Doutor Roberto Bacha que com apoio da bancada vem se preparando no sentido de agilizar a homologação “Nós temos o maior rebanho comercial do Brasil... É inaceitável termos que esperar por este longo prazo para que o exame seja feito no Rio Grande do Sul ou no Pará... Estamos no caminho certo e com este exame sendo realizado aqui no nosso Estado as coisas irão caminhar muito mais rápido e com certeza quem ganha são os produtores, pecuaristas quem ganha somos todos nós com ações como estas que buscam a retomada do desenvolvimento de Mato Grosso do Sul!” finalizou Márcio.

 

 

 

 

Fátima News / Kelly Venturini

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados