Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 26 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

EUA avaliam com ONU adoção de sanções contra a Líbia

24 Fev 2011 - 07h36Por Terra

Os Estados Unidos voltaram nesta quarta-feira a condenar a violência na Líbia e disseram estar avaliando, juntamente com a ONU, a possibilidade de adotar sanções contra o país por causa da resposta violenta do governo aos protestos contra o regime de Muammar Kadafi.

"Continuamos a trabalhar com a ONU. Várias opções estão sendo consideradas, incluindo sanções", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

Segundo ele, o presidente Barack Obama "condena fortemente" a violência e está "preocupado" com a situação na Líbia.

"Ele está extremamente preocupado e assustado com a violência terrível e com o banho de sangue que aconteceu na Líbia, e deixará isso claro", disse Carney.

Obama deve fazer um pronunciamento sobre a situação no país do norte da África ainda nesta quarta-feira ou na próxima quinta-feira.

Será o primeiro pronunciamento oficial do presidente americano sobre a crise na Líbia.

Sanções
Carney disse ainda que a violência dos grupos de milícia leais a Khadafi é "completamente inaceitável" e que cabe ao povo líbio escolher quem será o seu líder.

Em comunicado à imprensa, o porta-voz do Departamento de Estado americano, P.J. Crowley, confirmou que os Estados Unidos consideram impor sanções à Líbia e disse que o país deverá "coordenar esforços com a comunidade internacional".

"Estamos avaliando uma série de ferramentas e opções das quais dispomos para alcançar nossas metas de ver o fim da violência na Líbia e o respeito pelos direitos do povo líbio", disse Crowley.

"Isso certamente inclui considerar sanções que poderiam ser impostas bilateralmente ou multilateralmente", disse Crowley.

Espaço aéreo
Também nesta quarta-feira, a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, disse que seria possível impor a interdição do espaço aéreo da Líbia para proteger os civis de ataques do próprio governo.

"Eu não sei o que está acontecendo, qual é a situação agora. Mas se está havendo ataques aéreos em pessoas comuns, então eu acho que há uma necessidade imediata deste nível de proteção. E me junto às vozes que pedem à comunidade internacional que dê este tipo de cobertura", disse.

A escalada de violência na Líbia desde o início dos protestos pró-democracia e contra o coronel Muamar Kadafi já deixou pelo menos 300 mortos.

Khadafi está tentando manter o controle na capital, Trípoli, e em áreas no oeste da Líbia, à medida que manifestantes consolidam posições no leste e estrangeiros fogem do país.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

VICENTINA DE LUTO
Vicentina se despede de Nayara Ferreira, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
DEODÁPOLIS DE LUTO
Deodápolis se despede do amigo Zé Medeiros, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"
CALOR - Foto: Álvaro RezendeMETEOROLOGIA
'Tira casaco, bota casaco': Calor volta, mas nova frente fria promete chuva e 10°C no fim de semana
(Reprodução, Câmeras de Segurança, Redes Sociais)DESPEDIDA
Morre adolescente atingido por caminhonete em cruzamento, família pede ajuda para realizar o enterro