Menu
SADER_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Estudantes do RS aprende ciência com aula divertida

20 Jul 2004 - 16h17
Uma aula de ciências que é melhor até do que um passeio. Esse é o privilégio dos estudantes gaúchos que ainda nem entraram em férias.

O Jornal Hoje acompanhou uma dessas aulas e revela que o Museu de Ciências e Tecnologia, um dos mais modernos da América Latina, merece mesmo uma visita de turistas de todas as idades.

O ônibus leva as crianças para um dia cheio de aventuras. Na porta do Museu de Ciências e Tecnologia de Porto Alegre é difícil esconder a curiosidade.

Espelhos mágicos, experimentos que simulam os movimentos de um astronauta, descargas elétricas. Tocar, sentido, ouviu e interagir são experiências de quem visita o museu. Um passeio pelo lugar é como assistir a uma aula de ciências completa e divertida.

O caleidoscópio multiplica o rosto de quem espia. Tem brinquedos que parece mágica. Em deles, o corpo do aluno sumiu. Não é milagre, mas pura ciência.

“No experimento, a princípio, é utilizado espelhos e panos. É uma ilusão de ótica, na verdade” – explicou a monitora Marli Bueno.

Assim, aprender tem jeito de brincadeira. Por todos os corredores os meninos encontram experimentos que simulam fenômenos da química, da biologia e da física.

Uma bola que vou e uma harpa sem cordas. É que o laser capta o movimento dos dedos e reproduz o som do instrumento. No museu tudo é possível.

“Então a máquina vai simular um terremoto” – falou a aluna.

Todo mundo tremendo, sacudindo, sentindo de perto as emoções dessa sala diferente.

“É um jeito diferente de aprender porque lá a gente tem de ficar sentado só olhando o professor. Aqui a gente pode sentir” – comparou a aluna.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias