Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
Brasil

Estudante é principal suspeito de matar Glauco, diz polícia

13 Mar 2010 - 05h30Por G1
O cartunista Glauco Villas Boas, 53 anos, morto a tiros na madrugada desta sexta-feira (12) em sua casa em Osasco, na Grande São Paulo, foi atingido quando tentava impedir o suspeito do crime, Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de se matar, segundo informações da Polícia Civil. Raoni Villas Boas, de 25 anos, filho de Glauco, também foi morto. O suspeito, de 24 anos, é procurado pela polícia. A foto foi divulgada nesta tarde.

A Polícia Civil chegou a dar uma versão diferente dos fatos. No boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de Osasco, consta que três homens atiraram em Glauco e no filho dele na Estrada de Portugal. O boletim, de homicídio simples, não deixa claro se o crime foi na casa do cartunista ou perto dela. Ainda segundo o registro, uma terceira pessoa estava com as vítimas, mas não foi atingida.

 

O crime teria acontecido durante uma discussão entre o suspeito e o cartunista. Segundo o delegado do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia Seccional de Osasco, Archimedes Cassão Veras Júnior, o suspeito era conhecido da família e tinha acesso à residência. “Todas as testemunhas apontam que essa pessoa discutiu com o Glauco”, disse o delegado.

 

Veras Júnior ainda contou que os tiros foram dados no terreno do imóvel onde Glauco morava com a família. Em um primeiro momento, o suspeito teria apontado a arma para a própria cabeça. Ao tentar impedir que ele atirasse, o cartunista foi atingido. Em seguida, seu filho também foi alvejado.

O cartunista havia fundado a Igreja Céu de Maria, que era inspirada nos cultos do Santo Daime e funcionava na mesma comunidade.


Segundo a Agência Estado, o suspeito do crime vive no Alto de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, e estava afastado dos cultos havia cerca de seis meses. No fim da noite de ontem, ele teria ido ao encontro de Glauco e Raoni, levando uma pistola 765.

De acordo com o delegado, a família ouviu uma discussão durante a noite e foi para fora da casa verificar o que estava ocorrendo. Vizinhos também presenciaram a confusão. 

 

Segundo o major Isaías Vieira, da Polícia Militar, pouco antes da discussão estava sendo realizado um culto no local, na noite de quinta-feira (11). O suspeito dos crimes teria pedido para falar com o cartunista e com o filho Raoni. Uma discussão teria começado e o homem atirou em Glauco e em seguida em Raoni, fugindo logo em seguida num carro cinza.

 

Glauber Salzano, que é zelador do condomínio onde Glauco morava, afirma que o suspeito de ter matado o cartunista e o filho frequentava a Igreja Céu de Maria. "Ele [o acusado] buscava a igreja em torno de um caminho, mas tem espírito que é assim mesmo...", disse.

Ainda segundo a polícia, Raoni levou quatro tiros no tórax e no abdome. Três deles transpassaram o corpo do jovem e um ficou alojado. Glauco também foi baleado quatro vezes. Um tiro acertou o lado direito do rosto, entrou pela bochecha e ficou alojado. Os outros três atingiram o abdome e o tórax e atravessaram as costas do cartunista. 

Terceira versão

Outra versão foi dada pelo advogado da família do cartunista, Ricardo Handro, ao G1. Segundo ele, dois homens invadiram a casa de Glauco Villas Boas. Eles estavam aparentemente drogados. “Eles não falavam coisa com coisa, estavam aparentemente drogados. Mais que advogado da família, sou amigo de Glauco há 12 anos. Foi uma fatalidade, uma coisa terrível”, disse. 

Segundo Handro, os homens renderam a filha do cartunista quando ela tentava entrar em casa. Eles entraram na residência e anunciaram que levariam toda a família. Glauco negociou para que apenas ele fosse levado. Durante a negociação, o cartunista levou uma coronhada no rosto.

 

“Não posso dizer que o boletim está errado, mas o que aconteceu foi isso. São informações que a família me passou”, disse Handro ao chegar no Instituto Médico-Legal (IML) de Osasco, na manhã desta sexta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego