Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Estado reduz índices de crimes que mais preocupam a população

29 Jan 2011 - 07h15

As ações em segurança pública desenvolvidas em Mato Grosso do Sul apresentaram importantes avanços em 2010, considerando a análise dos registros apresentados pelo Núcleo de Estatísticas e Análise Criminal da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). De acordo com o levantamento, crimes que mais preocupam a sociedade, como homicídios e roubos, obtiveram queda de registros. Comparando com os índices de 2009, os crimes de homicídios dolosos (aqueles com a intenção de matar) tiveram queda de 11,6% em todo o Estado no ano passado. Considerando os casos de homicídios culposos (sem intenção de morte), a diminuição chegou a 7,7%.

Segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, os índices demonstram o resultado de “uma gestão plena do governo do Estado” que se preocupou, durante os últimos quatro anos, em adequar a segurança investindo em pessoal – contratação e qualificação – e equipamentos novos e mais modernos. Além disso, estudos e pesquisas para atuação focada em áreas de maior criminalidade culminaram na efetividade da ação policial. “Com este incremento e com uma estatística que representa a realidade da segurança publica, nós fizemos aumentar o trabalho preventivo e também o repressivo. Como resultado tivemos a redução de vários crimes, principalmente aqueles que mais afligem a nossa sociedade”, afirma o secretário.

Secretário Jacini afirma que gestão de recursos em segurança nortearam a redução de crimes

Os resultados apontados pelo secretário Jacini demonstram queda no índice de ocorrência em diversas modalidades de roubo, entre os casos está o número que representa roubos de veículos, que caíram 10,2% em 2010 com relação ao ano anterior. Já os roubos a residência apresentaram uma diminuição de 8,9%. Ainda conforme os dados de 2010, nenhum carro-forte (de transporte de valores) foi roubado em Mato Grosso do Sul. Nas instituições financeiras o nível de criminalidade caiu ainda mais, chegando a diminuir os casos de roubo em 28,6%.

O secretário Jacini atribui esta queda no índice de ocorrências ao importante investimento em inteligência policial que é responsável por analisar índices e trabalhar na ação focada.

  Policiais militares em ação especial de segurança em Campo Grande

“A inteligência policial teve uma ênfase nesta gestão: criamos uma superintendência para disseminar este setor, aprimorando a cultura de inteligência policial. E a partir disso então temos os dados que vão nortear as ações da polícia, inclusive com o georreferenciamento de todas as suas ações, o que vem a permitir o deslocamento das forças de trabalho para serem aplicadas onde estiver acontecendo o crime”, analisa Wantuir.

Outros números que também apresentaram queda expressiva em 2010 foram os de casos de tentativa de estupro e lesão corporal culposa. Estas modalidades de crime caíram em 23,9% e 27,9%, respectivamente.

Capital e interior

Campo Grande, que foi o município que mais recebeu investimentos em segurança pública, registrou os melhores índices no que se refere a crimes envolvendo morte. Na Capital este índice caiu em 7,3%. Somente nos casos de homicídio doloso na Capital, o registro obteve queda de 23,8%.

Investimentos Estado aumentaram o efetivo em todas as instituições de segurança

Nos municípios do interior o número também apresentou queda: os homicídios dolosos diminuíram em 6,7% e os homicídios culposos caíram 9,1%. Ainda no interior sul-mato-grossense, o destaque foi a queda dos índices de lesão corporal culposa que diminuíram em 33,1% com relação ao ano anterior.

Dos 78 municípios sul-mato-grossenses, 12 não registraram nenhum crime de homicídio no ano passado: Alcinópolis, Anaurilândia, Bandeirantes, Douradina, Itaporã, Jaraguari, Jateí, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora, Taquarussu e Vicentina. Destas cidades, Alcinópolis, Jaraguari, Jateí e Vicentina já estão desde 2009 sem registrar casos de homicídio.

Na Capital o maior índice de queda da criminalidade foi na modalidade de roubo a instituição financeira: houve 66,7% de diminuição dos casos, conforme o levantamento da Sejusp.

“Essa redução é uma amostra daquilo tudo o que se pretende diminuir em criminalidade. Reduzindo aqueles crimes que mais afetam a sociedade sul-mato-grossense, demonstramos que a gestão de todo o incremento de recursos aplicado em segurança pública está correta. Então temos que multiplicar isso, estabelecendo indicadores de desempenho, metas e responsabilidade territorial compartilhada”, avalia Jacini.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro