Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Esquenta disputa pela presidência da OAB/MS

21 Out 2006 - 09h50
Reginaldo Coelho

O debate entre os quatro candidatos que disputam a presidência da OAB/MS (Ordem dos Advogados de Mato Grosso do Sul), realizado nesta sexta-feira na Unaes, foi marcado pela apresentação de idéias e respostas às perguntas dos acadêmicos e demais presentes. Participaram da troca de idéias os advogados Newley Amarilla, Nery Azambuja, Otton Nasser e Fábio Trad.

Um dos temas mais questionados foi em relação ao exame da Ordem. Todos os candidatos defenderam a continuidade do teste, entretanto, com algumas melhorias. O candidato Newley Amarilla, da chapa “OAB forte, advogado forte”, defendeu a unificação do exame, ou seja, para que ele seja realizado pela OAB nacional e não pelas seccionais de cada estado.

Outra proposta defendida pelos advogados durante o debate refere-se ao aprimoramento e revisão do ensino jurídico nas instituições de ensino, visando preparar melhor o profissional da área. O candidato Nery Sá e Silva Azambuja, da chapa “Compromisso com o Advogado”, defendeu que os acadêmicos devem buscar o conhecimento, expandido os interesses pelas pesquisas e pela participação política.

Já o candidato Otton Nasser, da chapa “OAB é a nossa política”, ressaltou a importância de os acadêmicos realizarem estágio desde o primeiro ano da faculdade. Segundo ele, a prática ajuda os advogados, pois exercendo a profissão antes eles estarão “anos luz à frente dos outros”.

Ainda dentre os temas debatidos a ética na advocacia foi muito citada. O advogado Fábio Trad da chapa “Você na OAB”, afirmou a importância da parte institucional da Ordem. “A OAB tem que participar da defesa da democracia, da ética e dos valores republicanos”, afirma.

O único ponto mais delicado do debate foi quando os acadêmicos questionaram ao advogado Fábio Trad a respeito de sua independência político partidária, já que ele é irmão de um prefeito municipal, de um deputado estadual eleito e de um deputado federal. “Nós, da família Trad, somos uma família de bem. Imagina se eu fosse filho de um Delúbio Soares ou um Marcos Valério? Aí sim eu teria vergonha de vir aqui”, defende reforçando que o parentesco não influenciará nas decisões da chapa.

Os temas do debate foram propostos pela universidade, que determinou que os candidatos fizessem orientações voltadas para os acadêmicos. No primeiro debate, realizado na Faculdade Estácio de Sá, os candidatos fizeram muitas acusações e acabaram deixando de lado a apresentação de propostas, sendo que alguns como Nery e Trad lamentaram os ataques.

 

 

Mídia max

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'