Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CIA DO BICHO
Brasil

Escolas que aderiram ao Mais Educação vão receber incentivo de até R$ 9 mil

10 Set 2013 - 18h02Por Campó Grande News

As escolas públicas de estados, municípios e do Distrito Federal que aderiram ao Programa Mais Educação vão receber de R$ 3 mil a R$ 9 mil, em cota única, para investir nas atividades da jornada ampliada e da educação integral, segundo o Ministério da Educação. Atualmente, 49.581 escolas estão vinculadas ao programa. Das unidades, 29.896 localizam-se em área urbana e 19.684, no campo.

O programa garante aos estudantes do primeiro ao nono ano a participação em atividades orientadas no turno oposto ao matriculado, além de reforço escolar. As atividades oferecidas são voltadas para as áreas de meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, entre outras.

Os valores repassados variam de acordo com o número de estudantes registrados no Censo Escolar e das atividades culturais, esportivas e de acompanhamento pedagógico escolhidas no plano de trabalho de cada unidade. As unidades escolares com até 500 estudantes receberão R$ 3 mil; de 501 a mil, R$ 6 mil; com mais de mil, R$ 9 mil. Os recursos são destinados à compra de material permanente e de consumo e à contratação de serviços necessários ao desenvolvimento das atividades.

A destinação dos recursos está na Resolução nº 34/2013 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), publicada na segunda-feira (9) no Diário Oficial da União.

A mesma resolução destina recursos adicionais a mais duas ações do programa. Serão atendidas 8.562 escolas que vão abrir espaço para atividades da comunidade aos sábados ou domingos, feriados ou férias escolares, num período de seis meses. O governo federal repassará mensalmente R$ 1.088,60 a unidades com até 850 estudantes; 1.217,20, com até 1,7 mil; R$ 1.345,80 com mais de 1,7 mil.

Além disso, as 16 escolas de educação integral que participam do projeto Escola Intercultural de Fronteira receberão recursos adicionais para desenvolver atividades de intercâmbio cultural e intensificar e melhorar o ensino bilíngue. Os valores serão empregados na aquisição de material literário, didático-pedagógico e de consumo, no serviço de transporte de professores e alunos, em equipamento e mobiliário. Escolas com até 400 alunos receberão R$ 15 mil; de 401 a 800, R$ 20 mil; acima de 800, R$ 25 mil.

Os recursos serão depositados em conta específica, aberta pelo fundo na agência bancária em que a escola recebe as verbas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREFEITO
Sul Mato grossense perfumeiro desbanca atual prefeito e vence eleição em Foz do Jordão-PR
100 COPINHA
FPF anuncia o cancelamento da Copa São Paulo Junior de 2021
CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
FRENTE FRIA CHEGANDO
Nova frente fria avança sobre o Sul do Brasil
BRASIL - 170.799 MORTES
Brasil tem variação de aumento 29% de Mortes por Covid-19
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
Zezé Di Camargo canta durante velório do pai, Francisco Camargo, em Goiânia  Foto: Vítor Santana G1 TRISTE PARTIDA
Zezé Di Camargo toca sanfona e canta 'É o Amor' durante velório do pai
LUTO NA TV
Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo