Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Entressafra faz despencar preço do leite in natura no MS

21 Ago 2010 - 10h15Por MS Notícias

A queda acentuada no preço do leite in natura no período de entressafra em Mato Grosso do Sul causa preocupação aos produtores e a indústria. O litro do produto teve redução este mês de 6% e está sendo vendido a R$ 0,58. Desde janeiro deste ano o preço caiu 77,33%. A baixa nos preços é generalizada e acontece em todo o País.

Por ser um período em que o pasto é escasso em função de pouca chuva, o produtor tem que dar suplementação alimentar aos animais, o que encarece o custo da produção. Em resumo o produtor gasta mais e com a queda no preço, recebe menos. “A conta não fecha”, diz a assessora Econômica da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Adriana Mascarenhas.

A redução acentuada pode ser atribuída ao alto estoque de leite UHT no mercado com queda na exportação deste tipo de leite e derivados lácteos, além da importação de 21,650 mil toneladas de leite em pó do Uruguai e Argentina e o aumento da produção no Sul do País. Outro fator que também contribui é a redução do preço no mercado spot - comércio entre indústrias. Para Adriana, o “cenário é muito difícil para o produtor”.

Em 2009 os preços se encontravam no mesmo patamar, sendo que o volume de importação dos dois países chegou a 38,4 mil toneladas.

Em Mato Grosso do Sul existem 33 mil produtores de leite, sendo que 80% são de pequeno porte e de assentamentos. A produção no Estado é de R$ 1,5 milhão de litros por mês.

Ao mesmo tempo a indústria reclama que também é prejudicada com o aumento da oferta do produto no mercado. A presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínio de Mato Grosso do Sul (Silems), Milene de Oliveira Nantes, diz que somente com a implantação do Conseleite no Estado “vamos poder observar quem absorve o ganho”. O conselho paritário formado por indústria e produtores vai sugerir um preço médio para o leite produzido no Estado.

Segundo Milene o consumidor que estiver atento encontra leite de caixinha e queijo mussarela a preços muito baixos, que não condizem com o período de entressafra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões
uma greve foi deflagrada em protesto contra uma proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. CORREIOS
Após 5 dias de greve, os Correios devem retornar por determinação do TST
No Brasil, diversos concursos públicos estão disponíveis. CONCURSOS
CRM-MS abre concurso com salários de até R$ 5 mil
 O empresário Eliel Moreira, seu Claudemir e sua família SOLIDARIEDADE
Amigos se unem e compram carro para catator de reciclagem
Cissa Amaral morreu no local e Sebastião Faria foi socorrido ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre e policial civil fica ferido em acidente de moto