Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Enfermeiro cobrava R$ 300 por aborto em Porto Murtinho

28 Out 2010 - 12h47Por Dourados Agora

Deise Marilin Florentin, 20, e o enfermeiro Denilson Rodrigues Nunes, 34, que trabalha no hospital Oscar Ramires Pereira, foram presos ontem (27) em flagrante por prática de aborto na cidade de Porto Murtinho.

Por trabalhar em hospital, Denilson se apropriava de medicamentos e cobrava de R$ 250 a R$ 300 por aborto. Ele era suspeito de ter agido em outros casos porém a polícia não tinha provas. Segundo a Polícia Civil, Denilson deu medicamentos para Deise -- grávida de um menino de 6 meses -- na casa da irmã da mulher, na última terça-feira (26).

Depois de tomar o medicamento, com muitas dores e sangramento, Deise deslocou-se, por volta das 4h, até a casa de sua sogra, localizada no bairro Nossa Senhora Aparecida. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a levou para o hospital da cidade.

A polícia encontrou o feto envolto de casaco em cima de um estrado de cama na varanda da residência. Segundo a sogra de Deise, que prestou depoimento como testemunha, ela teria dito para deixar o feto ali, pois ela “daria um jeito”. Deise recebeu voz de prisão ainda no hospital.

Já Denilson que é dono de um bar na rua 13 de maio também no centro, foi preso às 17h30 de ontem no local, depois de sair do expediente às 17h do hospital. Segundo a polícia, Deise mora com a mãe no bairro Jockey Club.

Os dois responderão por aborto provocado pela gestante com ou sem consentimento e aborto provocado por terceiros com ou sem consentimento da gestante. Os dois podem pegar de 1 a 11 anos de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada