Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Enersul fecha o cerco a fraudadores em Caarapó e no MS

17 Ago 2010 - 19h23Por Caarapó News

De acordo com a Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul), existem mais de 4,5 mil novos fraudadores de energia elétrica no Estado. O número é resultado de mais um cerco que a empresa realizou para combater o crime de furto de energia elétrica nos 73 municípios que compõe a área de atendimento da distribuidora.

 
Conforme a empresa, o trabalho executado durante o mês de julho, inspecionou cerca de 15 mil unidades consumidoras, onde 32% apresentaram irregularidade.
 
Nesse universo figuram residências, comércio, frigoríficos e até atividades voltadas ao lazer da comunidade. Foi o caso de duas lan-houses de Caarapó, flagradas na manhã dessa terça-feira (17).
 
Nos locais, os técnicos de inspeção identificaram dois tipos de fraudes: o padrão de energia de um dos prédios estava com um desvio na fiação que impedia o medidor de registrar o pleno consumo. No outro o sistema de medição estava com parte dos componentes danificada de forma criminosa para evitar o completo registro da energia consumida.

O caso também teve acompanhamento da Polícia Civil de Caarapó que além de indiciar o proprietário dos imóveis, busca agora descobrir os criminosos que estão vendendo esse tipo de artifício na cidade, induzindo o consumidor a uma falsa idéia de economia que mais cedo ou mais tarde será descoberta, gerando um outro preço: processo crime e o pagamento, com correção, de toda energia consumida e não paga durante o período da fraude.

NA MIRA

Até o final deste ano a Enersul tem como meta inspecionar mais 90 mil unidades consumidoras. Elas estão incluídas dentro de um mapeamento que leva em conta uma série de informações que vão desde atipicidade no
histórico de consumo a denúncias pelos canais de relacionamento com cliente.

A fraude de energia é crime previsto em lei com pena de até 4 anos de prisão. O combate ao furto de energia é uma ação executada a nível nacional por todas as distribuidoras para o benefício da sociedade em geral.

Atualmente o país perde, por ano, com esse tipo de crime R$ 5 bilhões, valor que dá para construir 125 mil casas populares. Só em Mato Grosso do Sul, o furto de energia elétrica causou no ano passado um prejuízo de R$ 47
milhões de reais e que causou um impacto na tarifa de energia elétrica de 2,57%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso