Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 21 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Endividado deve escolher pagar IPVA e IPTU em parcelas

11 Jan 2011 - 09h06Por

As contas do começo do ano já começaram a chegar. O boleto para pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) já chegou e a primeira parcela para carros com placa final 1 vence nesta terça-feira (11). No caso do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), a primeira parcela deve ser paga em 1º de fevereiro. Afinal, compensa pagar o valor dos impostos à vista ou parcelado?

Tanto no caso do IPTU como no do IPVA, se pessoa tiver dinheiro aplicado na poupança, por exemplo, compensa pagar os dois à vista com desconto, explica o diretor do comitê econômico da Anefac (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras), Roberto Vertamatti.

- Não é bom pagar à vista em caso de consumidores que estejam endividados no cheque especial e no cartão de crédito. Nesses casos, os juros são estratosféricos. No caso do cartão de crédito, o juro médio é da ordem de 250% ao ano. No cheque especial, é de 150% ao ano. Se a pessoa tem dívidas no cartão, esquece: paga o IPTU, IPVA, escola, material escolar, tudo em parcelas.

O IPTU em São Paulo pode ser pago à vista com desconto de 6% ou em dez vezes, com juros de cerca de 0,60% ao mês - praticamente o mesmo rendimento mensal da poupança. No caso do IPVA, o motorista do Estado pode pagar à vista com 3% de desconto ou parcelar em três vezes, com juros mensais de aproximadamente 0,80%.
Considerando apenas IPVA, Vertamatti explica que, com o dinheiro aplicado na poupança, o consumidor teria um lucro de cerca de 1,60% ao final dos três meses, no caso do pagamento parcelado. Já o desconto para pagamento à vista é de 3%, “então compensa pagar à vista”.

Dívida pelo pagamento

O economista afirma que, se o consumidor não tiver a grana para pagar os impostos, tomar empréstimo para pagá-los é uma opção a ser descartada.

- Não compensa fazer uma dívida para pagar o IPTU ou IPVA, embora existam bancos fazendo isso. O que não pode, nem no IPVA nem no IPTU, é correr o risco de atrasar, o que pode causar multas pesadíssimas. Se o consumidor estiver nessas circunstâncias, aí compensa pegar um crédito consignado, que é um dos mais baratos [do mercado].

Em 2011, o brasileiro - em especial o paulistano - pode preparar o bolso: os preços dos transportes e da habitação já estão mais caros. O ônibus na capital paulista, por exemplo, subiu 11,11% e o aluguel, reajustado pelo IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), teve alta de mais de 11,32%. O IPTU também está 5,5% mais caro em 2011.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área
SOLIDARIEDADE AO RIO GRANDE DO SUL
De Fátima do Sul e Culturama: Carreta com 17 toneladas de donativos chega a Roca Sales, RS

Mais Lidas

Fotos - João Paulo SerafimEMPREGOS NO MS
Fecularia Eldorado é inaugurada, vai gerar 330 empregos e consolidar industrialização da mandioca
Foto: reprodução internetNOVA FRENTE FRIA
Nova frente fria derruba temperaturas em MS; confira a previsão
Mulher pode ter matado filho na capital paraguaia / Reprodução ABC ColorTRAGÉDIA FAMILIAR
Mãe mata filho de 05 anos enforcado e é achada morta
TRAGÉDIA
Radialista morre após capotamento em rodovia em Mato Grosso do Sul
EXPORAMA 2024EXPORAMA 2024 - VEJA PROGRAMAÇÃO
Com Laço, Rodeio, Shows e entrada franca, prefeita anuncia programação do aniversário de CULTURAMA