Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 12 de junho de 2021
Busca
Brasil

Emprego na indústria cresce pelo 2º mês seguido, aponta IBGE

8 Out 2009 - 09h37Por G1

A indústria brasileira voltou a contratar em agosto, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O emprego industrial registrou crescimento de 0,3% no oitavo mês do ano, na comparação com julho.

A alta foi a segunda mensal consecutiva do emprego no setor, após nove meses seguidos de perdas, período em que acumulou baixa de 7,3%. Em julho, a alta havia ficado em 0,4%.

Na comparação entre meses de agosto, no entanto, o emprego na indústria segue em queda, de 6,7%. A taxa também é negativa no acumulado do ano (-5,5%). Nos últimos 12 meses, a queda foi de 3,5% - nessa comparação, o indicador vem registrando queda desde agosto do ano passado. 

Regiões e setores

Na comparação entre meses de agosto, São Paulo e Minas Gerais foram destaques de queda, com taxas de -4,7% e -11,4%, respectivamente.

Entre os setores, as principais pressões negativas vieram de com meios de transporte (-13,1%), máquinas e equipamentos (-12,4%), produtos de metal (-11,3%) e calçados e artigos de couro (-10,0%). Em sentido contrário, papel e gráfica (7,1%) e fumo (2,4%) foram os únicos impactos positivos.


O número de horas pagas variou 0,3% na passagem de julho para agosto, com desconto dos efeitos sazonais. Mas, no confronto com agosto/08, mostrou recuo (-7,0%), o mesmo ocorrendo no acumulado no ano (-6,3%). A folha de pagamento real registrou declínio em todas as comparações: -0,4% na passagem de julho para agosto (com ajuste sazonal); -6,2% com relação a agosto/08; e -2,2% no acumulado no ano. 

Pagamentos

Em agosto, o número de horas pagas pelo setor industrial também voltou a crescer (0,3%) na comparação com o mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, após ficar estável em julho (0,0%). Nas demais comparações, no entanto, os resultados permaneceram negativos: -7,0% em relação a agosto do ano passado, -6,3% no acumulado do ano e -4,0% no acumulado nos últimos doze meses.

Já a folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria recuou 0,4% em agosto frente a julho. O resultado foi negativo também na comparação com agosto de 2008 (-6,2%) e no acumulado do ano (-2,2%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta