Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Empregados do frigorífico JBS I denunciam desvio de função

6 Set 2010 - 12h24Por Fátima News com assessoria

Empregados para atuar em setores quentes (matança, triparia, miúdos, etc) eles estão sendo desviados para trabalhar em ambientes frios (desossa)

Os empregados do frigorífico JBS I denunciaram a empresa no Ministério do Trabalho e Emprego – MTE por desvio de função e por colocar em risco a saúde de dezenas de homens e mulheres, ao trocá-los de setores quentes da empresa (matança, triparia, miúdos, etc) para setores frios (desossa). A denúncia, mediante pedido de fiscalização e autuação “urgente” da fiscalização, foi feita na sexta-feira (3) pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande - STICCG.


“Os trabalhadores além de estarem sendo desviados de suas funções, sem a devida remuneração, não recebem por insalubridade por trabalhar em ambiente altamente frio, que coloca a saúde deles em risco”, afirmou Gilberta Gimenes Gregório, presidente do sindicato. Ela pede urgência na investigação da denúncia pois entende que a cada dia que passa o risco dos empregados contraírem problemas de saúde aumenta.


Gilberta Gimenes explicou ainda que esses funcionários que estão sendo desviado de suas funções não foram treinados para trabalhar nesse setor e isso pode provocar acidentes. O sindicato tem recebido inúmeras reclamações dos funcionários que querem intervenção do Ministério do Trabalho e Emprego.


Dentistas - Os frigoríficos JBS I e II, estão sendo acusados também pelo sindicato, de impedir que seus funcionários recebam tratamento odontológico gratuito, oferecido pela entidade através de convênio com um clínica que utiliza de um trailer que iria até as duas indústrias, para facilitar o atendimento aos empregados.


A denúncia é da diretoria do STICCG que ficou revoltada diante da negativa das duas empresas de liberar funcionários, através de sistema de rodízio, para que recebessem o atendimento odontológico no pátio da empresa. “Não dá para entender a resistência da empresa diante de um benefício de tamanho valor para os empregados”, comentou a sindicalista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada