Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Embrapa Algodão prorroga inscrição para Congresso da Mamona

20 Set 2004 - 08h16
A comissão organizadora do I Congresso Brasileiro de Mamona está prorrogando o recebimento de trabalhos técnico-científicos para até o dia 30 de setembro (data de postagem). As normas para envio e programação completa do evento podem ser obtidas pelo site www.cnpa.embrapa.br/cbm, e-mail cbm@cnpa.embrapa.br ou telefax (83) 315-4380.

“Energia e Sustentabilidade” será o tema principal do congresso, que acontece entre os dias 23 e 26 de novembro, no Centro de Convenções Raymundo Asfora, em Campina Grande (PB). O evento é uma realização da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Algodão e tem como principais objetivos discutir os rumos da pesquisa e incentivar o desenvolvimento sustentável do agronegócio e da indústria da cultura.

“O congresso será um fórum inédito e privilegiado para a troca de experiências e informações entre todos os segmentos envolvidos nessa importante cadeia produtiva: instituições de pesquisa, produtores, técnicos extensionistas, indústrias, governos estaduais, empresas de fomento e de geração de energia, universidades, ONGs (organizações não-governamentais) e estudantes”, diz Ramiro Pinto, chefe-adjunto de Comunicação e Negócios da Embrapa e um dos coordenadores do congresso. Estima-se um público de 70 pessoas vindas de todo o País.

Os organizadores entendem que este é um momento singular e de novas perspectivas para o desenvolvimento técnico-científico da cadeia produtiva da mamona. Sua versatilidade na indústria e a necessidade de alternativas sustentáveis para os combustíveis derivados do petróleo têm motivado a busca crescente por informações e oportunidades de negócio envolvendo esta oleaginosa.

“O Congresso Brasileiro de Mamona é a resposta da Embrapa Algodão e seus parceiros a esta demanda. Com este congresso, espera-se impulsionar de forma significativa os programas de geração sustentável de energia no Brasil e, desta forma, contribuir para a expansão de toda a cadeia produtiva da mamona, gerando empregos e divisas para o País”, diz Ramiro.

Com grande resistência à seca, a cultura se posiciona como excelente alternativa para a geração de emprego e renda no Nordeste do Brasil, especialmente com as perspectivas de desenvolvimento da indústria do biodiesel.

O congresso vai promover ainda minicursos sobre processos de produção do biodiesel e sistema de produção de mamona, além de palestras, painéis, mesas-redondas, rodada de negócios, oficina e exposição de estandes de empresas e instituições atuantes no setor.
 
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias