Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 14 de junho de 2021
Busca
Brasil

Em três anos, MS fecha contas com superávit de R$ 600 milhões

29 Dez 2009 - 09h06Por TV Morena

No período de 2007 a 2009 o Estado fechou as contas com superávit, disse o governador André Puccinelli em entrevista ao Bom Dia MS. Segundo o governador, neste exercício, no entanto, devido ao subfaturamento do gás natural e queda na receita em razão da crise, as contas devem fechar com déficit entre R$ 220 e R$ 250 milhões. Apesar do quadro de crise, que começou a se desenhar em outubro do ano passado, o governo não parou de investir em programas sociais e obras de infra-estrutura.

O governador disse que os fundos, que tem receita própria, estão sendo usados para manter os programas de assistência e atender demandas reprimidas na área social, como a construção de casas. O Fundo de Combate á Pobreza e o Fundo de Investimentos Socials bancam o Vale Renda para 100 mil famílias, programas habitacionais e ações nas áreas de educação e saúde indicadas por meio de emendas parlamentares. A Cide e o Fundersul complementam os investimentos em obras viárias. Em três anos, segundo Puccinelli, foram asfaltados e recuperados 1.700 quilômetros de estradas estaduais e construídos 80 anéis rodoviários.

O desempenho no sistema rodoviário estadual e os investimentos em rodovias federais colocam Mato Grosso do Sul em primeiro no ranking dos estados que tiveram mais obras em infra-estrutura, na frente do Pará, Bahia, Rondônia e Tocantins, segundo estudos da Revista Exame.

André Puccinelli fez rápido balanço nesta terça-feira, observando que Mato Grosso do Sul também está recebendo grandes investimentos da iniciativa privada no setor industrial. O governador confirmou a instalação de fábrica de fertilizantes da Petrobras em Três Lagoas, mais uma fábrica de celulose e papel entre Inocência e Selvíria, além da Portucel em Brasilândia e ampliação da VCP em Três lagoas. A Vetorial e Citrel também projetam a instalação de duas siderúrgicas para produção de aço. A expectativa é de produção de até 2 milhões de toneladas de aço. Hoje no Estado é feita apenas a lavra e a produção do ferro-gusa e ferro-liga.

O governador também mencionou a perspectiva de Mato Grosso do Sul passar da 5ª para a 2ª posição no ranking de produção de álcool. Hoje o Estado produz 2,5 bilhões de litros e, chegando ao volume de 6 bilhões de litros, tornaria o alcoolduto viável.

No rápido balanço das ações de governo nos últimos três anos, o governador mencionou o programa Viva a Vida na área de saúde, que regionalizou o atendimento em 16 municípios, criando polos em Naviraí e Amambai e construção de quatro hospitais; reforma e ampliação de 204 das 366 escolas, além de compra de kits de materiais e uniformes escolares; e incorporação de mais 1.000 policiais militares, além da formação de 400 novos policiais civis, peritos criminais, agentes penitenciários e bombeiros, aparelhamento da Segurança Pública com armamento, equipamentos e compra de 750 novas viaturas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta