Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Em nota oficial, Juan frustra Corinthians e diz que fica na Roma

17 Mar 2011 - 16h02Por
Especulado para vestir a camisa do Corinthians, o zagueiro Juan, da Roma, emitiu uma nota oficial dizendo que não deixará a equipe italiana e que não foi procurado por nenhum dirigente da equipe do Parque São Jorge.

Na última quarta-feira, o jornal O Estado de S. Paulo afirmou que dirigentes do Corinthians cogitavam investir nas negociações com o veterano zagueiro, que tem contrato com a Roma até a metade de 2013.

Segundo a publicação, apesar da falta de dinheiro para contratar, o Corinthians contava com dois fatores para apostar no sucesso da transação: a vontade de Juan de voltar a atuar no Brasil e o momento de crise financeira da Roma, que não criaria dificuldades para a liberação do jogador.

"Não autorizei nenhuma pessoa a negociar ou me oferecer para clubes do Brasil ou do exterior. Tenho mais dois anos de contrato com a Roma e não há nada nesse momento que me faça pensar em não cumprir com esse compromisso. Meu foco está única e exclusivamente voltado para ajudar o clube a conseguir seus objetivos", afirmou Juan.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19