Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Em Naviraí, Delcídio ganha o apoio de prefeito do PL

17 Jul 2006 - 07h54

O candidato da coligação Um novo avanço para Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral, recebeu na noite desta sexta-feira o apoio do prefeito de Naviraí, Zelmo de Brida, que é filiado ao PL, partido que faz parte da coligação do candidato adversário. O prefeito disse que optou por Delcídio para se manter coerente com tudo o que sempre pregou em sua vida pessoal e política.

 

O Brasil inteiro teve a oportunidade de conhecer Delcídio na CPI dos Correios e todo mundo pôde identificar os valores do senador em relação à ética, ao respeito aos cidadãos, coisas que todo mundo que tem berço aprende em casa. Fico muito à vontade em falar porque, em primeiro lugar,  estão os valores de uma pessoa. Além disso, ao longo de seus 3 anos de mandato,  o senador  contemplou Naviraí com um volume muito grande de recursos e eu vou pedir votos para os parlamentares que ajudaram o município – declarou o prefeito, durante reunião com dirigentes da Associação Comercial e Industrial da cidade.

 

Além de manifestar apoio, Zelmo de Brida anunciou que vai trabalhar para eleger Delcídio.

- Vou falar com um número grande de pessoas através de reuniões como essa. Vou fazer isso até à revelia de meu partido, mas a população vai entender. Daqui a pouco eu não serei mais prefeito e as obras que fizemos juntos ficarão aí – disse.

 

Emocionado, o candidato agradeceu as palavras do prefeito e destacou que elas refletem um nova era nas relações políticas e administrativas de Mato Grosso do Sul.

 

- Eu imagino as pressões que você recebeu e teve a ombridade de ficar ao meu lado. É de gente com um perfil político assim  que o estado precisa. Pró-ativo, ético e que atua com dignidade. Você, que é um empresário de sucesso, assumiu a prefeitura de Naviraí como eu tinha assumido o Senado, sem ter uma experiência política anterior. E governa com os olhos voltados para o interesse de todos os cidadãos, independente da opção partidária de cada um. Nosso estado tem que parar com esse ranço, que está atrasando o desenvolvimento dos municípios. Eu, por exemplo, sou de Corumbá, um município onde as picuinhas entre as principais forças políticas atrasaram o desenvolvimento por mais de 50 anos. O povo não aceita mais isso. Eu vou fazer uma administração sem ranço, que não persegue servidor público, empresário e professor. Mato Grosso do Sul só será um grande estado, com oportunidades para todos, quando nenhum empresário, profissional liberal ou servidor público ficar com medo de votar porque o governador que assumir pode persegui-lo. Hoje nós estamos no mundo da tecnologia, da informação, da pró-atividade e não do retrocesso. Nós olhamos o futuro e não o espelho retrovisor – afirmou Delcídio.

 

O senador disse que vai colocar sua experiência como executivo de grandes empresas a serviço do desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

 

- Eu já morei em todas as regiões brasileiras e conheço todos os estados. Tenho uma vida turbinada pela adrenalina dos desafios. Morei, inclusive, fora do Brasil, andei nos grandes centros e essa experiência é que eu estou trazendo para Mato Grosso do Sul. Aqui para Naviraí, por exemplo, eu e os demais membros da bancada sul-mato-grossense no Congresso Nacional, como o deputado Vander Loubet, conseguimos do governo federal R$ 20 milhões para projetos de infra-estrutura urbana, habitação, obras de drenagem, e a reforma do aeroporto, que vai ganhar nova sinalização, terá a pista ampliada e melhoria do piso. É assim que a gente constrói um estado melhor, com trabalho e humildade, sem raiva, sem perseguição, sem trauma, fazendo as coisas em prol do cidadão – disse Delcídio.

        

No debate com os empresários de Naviraí,  o candidato fez questão de realçar as potencialidades do estado.

- Apesar de todos os problemas enfrentados recentemente com o novo governo da Bolívia, que já estão sendo superados, é inegável que o gás natural veio pra ficar.  Hoje, 60 % da energia que Mato Grosso do Sul consome são produzidos aqui, pelas térmicas abastecidas com o gás boliviano. Em breve vai sair a licença de instalação da usina siderúrgica de Corumbá. Com isso, o minério de ferro que hoje é vendido a US$ 30 a tonelada, passará a ser vendido como ferro gusa, a US$ 220 a tonelada, o que significa mais empregos e maior arrecadação de impostos. Essa é a mudança do perfil econômico do estado que sempre defendemos.

 

O candidato destacou também a importância de investimentos na produção da chamada bio energia, gerada pelo álcool e o bio diesel.

- Esse é um segmento que gera muitos empregos e exige qualificação de mão-de-obra, proporciona o aumento da arrecadação, leva os municípios a criar novos equipamentos comunitários para a população. Agora, é preciso entender que são  projetos de longo prazo, de 20 anos, e Mato Grosso do Sul tem um potencial enorme para agro-energia. É isso que nós vamos incentivar aqui no estado. Mas os prefeitos e produtores rurais precisam ficar atentos. Tem gente percorrendo o estado e falando em instalar 32 usinas de álcool e açúcar em Mato Grosso do Sul . Isso não existe. Nem o programa da Petrobras prevê isso tudo no Brasil. É preciso trabalhar com seriedade, com planejamento – ponderou o senador.

 

O deputado federal Vander Loubet, também presente ao encontro, lembrou que os municípios

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro
AUXILIO EMERGENCIAL
Presidente está de acordo a prorrogação do auxílio emergencial
TRAGICO ACIDENTE
Menino de 9 anos morre enforcado com corda de balanço
Fátima News
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Fátima do Sul/MS
(67) 99638-6610 rogerio@fatimanews.com.br
© Fátima News. Todos os Direitos Reservados.