Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 28 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Em menos de 24 horas, PRF apreende cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarros em MS

A PRF apreendeu aproximadamente 1,5 milhão de carteiras de cigarros nas rodovias de MS nas últimas 24 horas

1 Jun 2011 - 08h10Por Midia Max

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente 1,5 milhão de carteiras de cigarros nas rodovias de Mato Grosso do Sul nas últimas 24 horas. Uma carga foi apreendida ontem, e outras duas nesta terça-feira.

Na segunda-feira, uma equipe da PRF apreendeu três carretas, sendo duas delas do tipo “tanque”, carregadas com mais de 82 mil pacotes de cigarros, na BR-163, próximo a Campo Grande, que totalizaram 820 mil carteiras.

Hoje, ironicamente no “Dia Antitabagismo”, a outras duas apreensões significativas foram realizadas.

Por volta das 9 horas, no rodoanel de Campo Grande, dois carros de passeio com placas de Antônio João foram apreendidos transportando cerca de 15.000 carteiras de cigarros cada um.

Já na região de Três Lagoas, mais três carretas foram apreendidas hoje, somando juntas mais de 600 mil carteiras de cigarros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes
NOVO AUXILIO
Presidente afirma Auxílio emergencial deve voltar em março, com parcelas de R$ 250
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas
MUNDO DO CRIME
Após morrer de Covid-19 no mesmo dia, casal tem oficina invadida e furtada
TRISTEZA NA FAMILIA
Pai e filho morrem de Covid-19 com poucas horas de diferença
CNH GRÁTIS
CNH Grátis: 8 mil carteiras gratuitas liberadas pelo DETRAN; inscreva-se
FINAL DA COPA DO BRASIL
Quem será o campeão da Copa do Brasil?
DIVIDA PÚBLICA
Dívida pública sobe em janeiro e atinge R$ 5,06 trilhões
ALÔ NAÇÃO RUBRO-NEGRA
VÍDEO: 'Jorge' o Urubu queridinho de Culturama viraliza nas redes sociais da Nação Rubro-Negra
LOCKDOWN
Com explosão de casos de covid, e 14 deputados infectados A. Legislativa volta a fechar as portas