Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Elizeu Amarilha prega valorização do potencial turístico

17 Ago 2006 - 13h45
O candidato a governador do PSDC, Elizeu Amarilha, defendeu, em entrevista ao telejornal MSTV 1ª Edição, da TV Morena, maior divulgação do potencial turístico do Estado, para revigorar a economia, e uma minirreforma fiscal em Mato Grosso do Sul, para reduzir a carga tributária e atrair investimentos sem a necessidade de concessão de incentivos e isenção de impostos. A seu ver, a carga tributária deve ser menor para o contribuinte, mas os empreendimentos não podem ganhar isenção de imposto. Segundo o candidato, muitas empresas vêm para o Estado, faturam e depois vão embora, por isso analisa que a renúncia fiscal “não é justa”.

Para o candidato do PDSC, a base do seu programa de governo é a família. Nesse sentido, diz que o governo deve estar voltado ao bem-estar e “a serviço do cidadão”. No plano econômico, considera fundamental valorizar o potencial turístico, especialmente o turismo contemplativo, um setor que bem divulgado, atraindo visitantes europeus, pode render divisas. “Temos belezas ainda não divulgadas, como a cachoeira de 15 metros em Costa Rica”, exemplificou, mencionando ainda o turismo de eventos e a gastronomia regional. O candidato lembra, no entanto, que falta infra-estrutura viária, principalmente rodovias em boas condições, para exploração do turismo contemplativo.

Elizeu Amarilha diz que a estagnação econômica pode ser resolvida com uma “proposta revolucionária”, que é a minirreforma tributária e fiscal. Na sua opinião, ao ampliar a base econômica, expandindo outros setores como o turismo, o Estrado pode reduzir o ICMS. “Pagamos muitas taxas, de iluminação, de estacionamento, limpeza pública...o governo precisa ter sensibilidade para interagir e ver quais são de fato as necessidades da população e atender suas reivindicações”.

Segundo o candidato do PSDC, os investimentos do governo em obras públicas também são componentes de uma boa política de geração de empregos. “Campo Grande tem 663 mil habitantes, apenas 158 mil têm carteira assinada”, diz Elizeu Amarilha, notando que a atração de investimentos depende, também, da confiabilidade do governo. Perguntado de como vai promover a geração de 80 mil novos empregos, conforme consta em sua plataforma política, respondeu: “é só votar no Elizeu Amarilha”. Para o candidato, “o Estado foi criado para servir a população”. Entre outras propostas, o candidato também defende a privatização do sistema penitenciário.

Elizeu Amarilha foi o quarto e penúltimo candidato a ser entrevistado no telejornal MSTV 1ª Edição. A rodada de entrevistas com os candidatos começou segunda-feira com o candidato da coligação encabeçada pelo PMDB, André Puccinelli (Amor, Fé e Trabalho). Prosseguiu com o candidato do PV, Tito Livio, terça-feira, e teve na quarta-feira a participação do candidato da coligação liderada pelo PT, Delcídio Amaral. As entrevistas terminam amanhã com o candidato a governador da coligação Frente de Esquerda de Mato Grosso do Sul (PSOL-PSTU), Carlos Dutra. A segunda rodada de entrevistas acontece entre 11 e 15 de setembro, no telejornal MSTV 2ª Edição, que vai ao ar a partir das 18h.

 

TV Morena

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro