Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 13 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Eletrosul está há 8 anos sem registrar incêndios em MS

14 Jul 2004 - 14h25
A Eletrosul Centrais Elétricas lança na sexta-feira, dia 16, campanha de prevenção contra queimadas. O objetivo é evitar que os incêndios atinjam as áreas de alta tensão. Há oito anos, segundo a Eletrosul, foram registradas 63 ocorrências de desligamento por conta de queimadas na área de abrangência, que inclui Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Em Mato Grosso do Sul, também atendido pela Eletrosul, não foram registradas ocorrências nesses oito anos.
Segundo a empresa, o calor e a fumaça provocados pelas queimadas podem causar o desligamento da linha de transmissão, prejudicando ou mesmo interrompendo o fornecimento de energia elétrica tanto para as áreas rurais quanto para as urbanas.
A campanha, que será lançada às 10 horas na sede regional da empresa em Campo Grande, conta com apoio do Prev Fogo (Prev Fogo), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e PMA (Polícia Militar Ambiental).
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos
SOB INVESTIGAÇÃO
Maria Aldenir lutou com assassino, mas viu a filha ser morta com 24 facadas
AVANÇO DA PANDEMIA
Mais 903 casos e 33 mortes por coronavírus foram registrados em 24h em MT
BRASIL - 71.515 MORTES
Brasil tem 1.842.127 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
MAIS UM
Vírus com potencial pandêmico é detectado pela Fiocruz no Paraná
VÍTIMAS DE COVID-19
Mãe de médico morre horas após o filho e dois dias após o pai, vítimas da covid
VÍTIMA DE COVID-19
Covid tira de cena um dos últimos montadores do carro brasileiro
CD TRIBUTO AO PADRE ZEZINHO
No ano em Padre Zezinho faz 79 anos, Manoel Caires lança seu primeiro CD 'Tributo ao Padre Zezinho'
PAGAMENTO DO AUXILIO
Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Governo vai liberar mais 1,5 milhão de auxílios. Saiba como reclamar se o seu for negado