Menu
SADER_FULL
segunda, 23 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
UNIGRAN DOURADOS
Justiça Eleitoral

Eleito em julho, prefeito de Figueirão é cassado pela Justiça Eleitoral

Justiça Eleitoral cassou os diplomas do prefeito de Figueirão, Neilo Souza da Cunha (PMDB), e do vice Rogério Rodrigues Rosalin (PMDB).

17 Set 2013 - 08h39Por Campo Grande News

A Justiça Eleitoral cassou os diplomas do prefeito de Figueirão, Neilo Souza da Cunha (PMDB), e do vice Rogério Rodrigues Rosalin (PMDB). O juiz da 38ª Zona Eleitoral, Walter Arthur Alge Netto, determinou que eles fossem afastados e que o comando da Prefeitura seja assumido pelo presidente da Câmara Municipal.

A decisão foi a partir de denúncia do Ministério Público Eleitoral sobre compra de voto. O magistrado também fixou multa de R$ 45 mil para Cunha e Rosalin. “O valor da multa pecuniária fora fixado com fundamento na quantidade de envolvidos, no número de fatos demonstrados e na mínima diferença de votos entre os candidatos (13 votos)”, afirma na sentença.

Caso a decisão seja mantida após os recursos, o município, com 2.997 habitantes, pode ter a terceira eleição. No pleito de outubro de 2012, foi reeleito Getulio Furtado Barbosa (PMDB). Cassado, houve nova eleição em julho.

Neilo Souza da Cunha obteve 50,31% dos votos válidos (1.058). O candidato adversário, Juvenal Consolaro (PTB), ficou com 49,69% dos votos (1.045). A diferença entre os concorrentes foi mínima: 13 votos.

Durante o período da nova eleição, a Prefeitura foi assumida pelo vereador Milton Alves Pereira (PMDB), que deve retornar ao comando do Poder Executivo. É convocada nova eleição quando o candidato tem mais de 50% dos votos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Brasil acumula 6,07 milhões de casos e 169 mil mortes por covid-19
VENDA DE CARROS
A venda de carros novos continua crescendo
GREVE DE FOME
Professores fazem greve de fome por revogação de edital de temporários
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial é creditado para nascidos em dezembro
SUPER HERÓI
Vizinho quebra grade de janela e salva bebê de incêndio
VINGANÇA
Prefeito perde eleição e demite 365 funcionários; cidade fica sem médicos especialistas
TRAGÉDIA NA PISTA
Bebê de 2 meses e avô morrem em batida com caminhonete
CÚMULO DA BRUTALIDADE
Homem negro é espancado até a morte em supermercado do grupo Carrefour
ELIMINATÓRIAS
Brasil vence Uruguai e segue 100% nas eliminatórias da Copa do Mundo
ILEGALIDADE
Polícia investiga Claudia Raia por exercício ilegal de profissão