Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
Brasil

Eleições estaduais poderão ocorrer junto com municipais

23 Set 2010 - 14h12Por Jornal do Senado

Proposta em exame na CCJ fixa em seis anos mandatos dos governadores e deputados estaduais que serão eleitos este ano, para coincidência dos pleitos

Proposta do senador Francisco Dornelles (PP-RJ) em exame na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) determina que os governadores e deputados estaduais que se elegerem agora em 2010 cumprirão um mandato de seis anos.

A intenção do parlamentar é fazer com que as eleições estaduais e municipais ocorram no mesmo ano. O relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), ainda não apresentou parecer sobre a matéria.

Além de estender os mandatos dos próximos governadores e deputados estaduais até o dia 31 de dezembro de 2016, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 60/07 veda a reeleição dos governadores eleitos este ano.

Estabelece ainda que o mandato dos governadores e deputados estaduais eleitos nos pleitos seguintes voltará a ser de quatro anos.

"Hoje ocorrem eleições no Brasil a cada dois anos. Numa delas são eleitos prefeitos e vereadores, na outra, o presidente da República, senadores e deputados, governadores e deputados estaduais.

Nosso sistema isola, portanto, as eleições municipais e faz coincidir as eleições nacionais e estaduais", explica o senador.

Francisco Dornelles observa que, se sua proposta for aprovada, esse calendário será alterado.

Apesar de a frequência dos pleitos a cada dois anos permanecer, passará a haver coincidência entre as disputas estaduais e as municipais. Assim, as eleições nacionais passarão a ser disputadas isoladamente.

Na avaliação de Francisco Dornelles, o isolamento das campanhas nacionais permitirá que o eleitor se concentre apenas na eleição do presidente da República e na composição das duas Casas do Congresso Nacional.

Por outro lado, argumenta o senador, a coincidência entre os pleitos estaduais e municipais concentrará o debate nas questões estaduais e regionais.

"Trata-se de reconhecer, na prática, a singularidade do voto nacional, singularidade que aproxima os votos estadual e municipal, ambos portadores de propostas e interesses de âmbito local, quando comparados à universalidade de que se reveste o voto nacional", justifica Dornelles.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - ORLA TCHAU FRIO!!!
TCHAU FRIO: Nova onda de calor deve chegar na próxima semana, confira a previsão
SUPERÁVIT
Petrobras anuncia lucro líquido de US$ 8 bilhões no segundo trimestre
BRASIL - 20.026.502 INFECTADOS
Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de covid-19
TRAGÉDIA NA RODOVIA
Caminhoneiro embriagado invade pista contrária e mata cinco pessoas
ASSALTO À LOJA
Bandidos roubam loja e trocam tiros com a PM; numa ação audaciosa: veja fotos e vídeos
DOENÇA DO SÉCULO
Vídeo: cantora alerta famílias após filho de 16 anos cometer suicídio; "internet está doente"
BRASIL - 558.432 MORTES
Covid-19: casos sobem para 19,98 milhões e mortes, a 558,4 mil
AMOR BANDIDO
Homem leva facada da esposa, perdoa e casal sai de mãos dadas da delegacia
CURA DA DIABETES
Brasil registra 1ª cirurgia contra diabetes tipo 2 feita com robô
BRASIL - 557.223 MORTES
Covid-19: Brasil registra 557,2 mil mortes e 19,95 milhões de casos